Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 27/11/2020

Política de MT - A | + A

RECURSOS DA COVID 29.10.2020 | 11h02

MPF investiga contratos emergenciais de R$ 628 mil na saúde em Cuiabá

Facebook Print google plus

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

Atualizada às 11h52 - O Ministério Público Federal (MPF) abriu inquérito civil para apurar supostas irregularidades na contratação por dispensa de licitação realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde, com recursos federais destinados ao combate à covid-19. A suspeita é de improbidade em dois contratos que ultrapassam R$ 628 mil.

 

De acordo com a portaria assinada pelo procurador da República, Carlos Augusto Guarilha de Aquino Filho, a Secretaria, sob o comando do ex-secretário Luiz Antônio Possas de Carvalho, que foi afastado da função por uma investigação do Ministério Público Estadual (MPE) e da Delegacia de Combate à Corrupção (Deccor), realizou dois contratos por dispensa de licitação junto a empresa MT Pharmacy Distribuidora de Medicamentos e Materiais Hospitalares Eirelli-EPP.  

 

Leia também - CNJ mantém proibição de reeleição no Tribunal de Justiça de Mato Grosso

 

No primeiro contrato, no valor de R$ 350.706, foram adquiridos insumos e equipamentos para o combate à covid-19 na Capital, como óculos de proteção, álcool gel, máscara, luva, avental entre outros produtos. Já o segundo contrato, também por dispensa de licitação, solicitou da empresa sonda/cateter de aspiração traqueal sistema fechado pelo valor de R$ 257.541,90.  

 

Cada sonda/cateter foi adquirida pelo valor unitário de R$ 367,92. Em uma pesquisa rápida pelo Google e Mercado Livre, é possível encontrar o mesmo produto da mesma marca por R$ 195 a unidade.  

 

Cuiabá recebeu mais de R$ 168 milhões de ajuda do governo federal para o combate a pandemia do novo coronavírus.  

 

Outro lado  

A assessoria da Secretaria Municipal de Saúde se posicionou sobre a questão por meio de nota. 

 

"A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa:


-A secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix assumiu a pasta recentemente e desde então vem fazendo os levantamentos com a sua equipe de todos os contratos da SMS. A equipe está terminando estes levantamentos esta semana.


-Desde quando assumiu a pasta, a secretária se reuniu com o Ministério Público Estadual, Delegacia Fazendária e hoje à tarde vai se reunir com o Ministério Público Federal. Nestas visitas a secretária tem se colocado totalmente à disposição dos órgãos para contribuir com as informações solicitadas".

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Você concorda com o retorno das aulas presenciais em fevereiro ou acha melhor esperar a vacina?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 27/11/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 62,00 0,00%

Algodão R$ 125,50 1,52%

Boi à vista R$ 252,87 -0,48%

Soja Disponível R$ 159,00 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.