Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 02/12/2020

Política de MT - A | + A

'mesma coisa' 22.10.2020 | 18h46

Mudança na Seduc não motiva entidades ligadas à educação

Facebook Print google plus

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá

A notícia da saída de Marioneide Kliemaschewsk da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), repercutida nesta quinta-feira (22), não abalou tanto a categoria, que segue insatisfeita com diversos pontos. A troca da professora pelo secretário adjunto, Alan Porto, - e que é engenheiro civil – não compromete tanto a gestão, que pode continuar “a mesma coisa”.


De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep), Valdeir Pereira, o maior problema atualmente da pasta é a falta de autonomia para a o gerenciamento dos recursos financeiros.


Apesar de Alan Porto não ter formação na área da educação, ele acompanhava Marioneide desde o início da gestão, então pouca coisa pode mudar – inclusive os problemas. “A diferença não pode ser perceptível, porque o Alan Porto já estava com secretário adjunto e quem dava as cartas também dentro da Seduc. É provável que as políticas educacionais não foram possíveis de serem implementadas, por falta de gerenciamento da Seduc possam continuar”.

 

Leia também - Marioneide deixa Seduc e adjunto executivo assume função


Por não ser um nome novo a lidar com a Secretaria, a presidente do Conselho Estadual de Educação, Adriana Tomazani, também avalia que as coisas continuarão da mesma forma. O maior desafio, para ela, é lidar com a programação das aulas durante a pandemia da covid-19.


“Eu imagino que na base as pessoas possam ficar assustadas, até porque não conhecem, não sabem muito bem. Mas como ele estava ao lado dela o tempo tod, eu não vejo que isso vai ter um grande impacto na condução”, avalia.


“Ele não é da área e isso talvez seja um complicador. Mas ele tem os técnicos em volta e não é o primeiro que não é da área e vai assumir. Isso quer dizer se de fato der prosseguimento ao que de fato está sendo feito”, completa.


O governo do Estado anunciou a mudança de chefia da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). A atual gestora Marioneide Kliemaschewsk fica na função até o dia 30 de outubro. Depois, quem assume é o adjunto Executivo, Alan Porto. Não foi mencionado o motivo da saída da pasta que está no cargo desde a gestão do ex-governador Pedro Taques (SD) e foi convidada pelo atual governador Mauro Mendes (DEM) para continuar no cargo.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Com o resultado da eleição, você acredita em uma Cuiabá melhor a partir de 2021

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 02/12/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 60,00 -0,83%

Algodão R$ 128,06 0,16%

Boi à vista R$ 253,11 -0,58%

Soja Disponível R$ 154,50 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.