Publicidade

Cuiabá, Sábado 05/12/2020

Política de MT - A | + A

PLANO DE GOVERNO 18.10.2020 | 13h00

O que prometem os 8 candidatos a prefeito sobre a educação em Cuiabá

Facebook Print google plus
Noelisa Andreola

noelisa@gazetadigital.com.br

Luiz Alves/Sicom

Luiz Alves/Sicom

GazetaDigital

Selo eleições 2020

 

Conheça o plano de governo dos candidatos que disputam a vaga na Prefeitura de Cuiabá. A eleição ocorre no próximo dia 15 de novembro e, caso eleito, serão um desses esses projetos que contemplará os cuiabanos de 2021 a 2024.


O teve acesso as propostas e trará aqui de forma prática e resumida os principais pontos relacionados a educação municipal dos jovens e crianças da Capital.


Veja proposta dos candidatos:


Abílio Junior (Pode)


- Criar indicadores com base no IDEB para premiação das melhores escolas, com reconhecimento e meritocracia;

- Criar o Cartão "Gestão Escolar" para os diretores e gestores, promovendo maior transparência, economia e menos burocracia;

- Criar a Escola Bonita para integrar a cadeia produtiva com os pequenos produtores para abastecer as merendas escolares;

- Cirar o espaço "Conceito de Profissões" para ajudar a criança sonhar com o querer ser quando crescer;

- Aumentar a oferta de vagas nas creches e aumento da oferta de vagas nas escolas em horário integral;
- Ampliar a estrutura logística para o transporte rural escolar;

- Recuperar a infraestrutura escolar, acervo da biblioteca para atendimento a comunidade;

- Garantir a tecnologia assistiva e acessível para professores e alunos PCD's.


Aécio Rodrigues (PSL)

- Aumentar o número de vagas para creches em tempo integral e melhorar a qualidade das que já existem;
- Eliminar o déficit da educação infantil;

- Investir na infraestrutura das escolas públicas, em especial na periferia;

- Investir em climatizadores ou ares-condicionados nas escolas;

- Zerar a fila de candidatos aprovados no último concurso;

 - Instituir a formação continuada efetiva;

- Trazer mais tecnologia para as escolas;

- Permitir que as áreas comuns das escolas possam ser utilizadas pela comunidade aos finais de semana;

- Projeto de educação em tempo integral


Emanuel Pinheiro (MDB)

- Modernizar o ensino, inserir projetos no contra turno, reorganização curricular, avaliação educacional e formação continuada;

- Continuar os projetos iniciados e, à medida que surgirem as necessidades, novos serão implantados.


Gilberto Lopes (Psol)
- Propõe construir uma política de educação emancipadora e inclusiva garantida pela democratização da administração escolar, ampliação do número de vagas no ensino infantil e fundamental, além de discutir a ampla grade curricular;

- Vagas das creches e do ensino fundamental devem ser direcionadas para as comunidades locais, no caso, moradores dos bairros onde estão localizadas as unidades escolares;

- Buscar melhores subsídios, equiparação e isonomia salarial com as demais categorias do município, promovendo assim a valorização do trabalhador e trabalhadora da educação com melhores planos de cargos e carreiras e aposentadorias mais dignas;

- Construir escolas e creches que atendam a demanda, garantir a estrutura física adequada nas escolas, formação continuada para trabalhadores da educação;

- Incluir as tecnologias digitais, adquirir equipamentos e  atualizar material bibliográfico;

- Combater  a evasão escolar e trabalhar para que as escolas acolham as crianças em turno integral;

- Melhorar as condições de inclusão das crianças e jovens com deficiência;

- Ampliar número de escolas infantis, para que nossas crianças sejam atendidas e seus responsáveis possam trabalhar tranquilos;

- Erradicar o o analfabetismo.

 

Gisela Simona (Pros)

- Construir 11 creches até 2024, para atendimento de mães trabalhadoras que têm filhos em idade de 0 a 3 anos, com vistas à universalização do atendimento na Educação Infantil;

- Criar a primeira creche 24 horas para as mães trabalhadoras de Cuiabá;

- Investir na infraestrutura física e tecnológica de todas as unidades escolares, pois, anualmente a grande maioria não é dotada de biblioteca, sala de vídeo, refeitório adequado, quadras cobertas, salas climatizadas, e aparato de conectividade para atendimento em salas virtuais; 

- Oferecer anualmente um curso de formação especializada, para atender a crianças com deficiência. Não há atendimento pleno das necessidades das crianças com deficiência; há um número reduzido de salas multifuncionais (um pedagogo com Educação Especial) frente à demanda municipal;

- Oferecer condições para 100% das escolas realizarem atendimento do ensino mediado por tecnologias (ensino remoto) ao encontro da legislação vigente;

- Reduzir de 4.3% (quatro inteiros e três décimos por cento) para 0,5% (meio por cento) a taxa de analfabetismo de Cuiabá, por meio da implantação do projeto de erradicação ao analfabetismo da população cuiabana, na faixa etária de 15 a 39 anos;

- Criar um programa de formação continuada para atendimento das capacitações das relações étnico-raciais, conforme a Lei n. 11.645/2008; relações de gênero e machismo, cultura e história regional; alfabetização nos anos iniciais; novas tecnologias; currículo e avaliação, intercalando as modalidades presencial e a distância;

- Investir em tecnologias educacionais que privilegiem o processo de aprendizagem de nossos alunos: lousa digital, software e hardware/mesas educacionais, internet rápida e utilização pedagógica dos tablets e softwares livres de ensino-aprendizagem;

- Investir na segurança orgânica das escolas, por meio da implantação de serviços de portaria e de pátio e regularidade da escuta sensível dos pais e responsáveis. Aderir a mecanismos de segurança rápida, como o Botão de Pânico nas escolas, com apoio e integração com a Polícia Militar;

- Manter o Programa Hora Estendida. Apresentar estudo de viabilidade de novo concurso público na rede pública de ensino municipal.


Julier Sebastião (PT)

- Reavaliar o Plano Municipal de Educação priorizando as escolas com baixos índices de aprendizagem visando a melhoria dos indicadores gerais do IDEB;

- Universalizar a Educação Infantil, mediante políticas integradas entre Município, Estado e União, conforme o Plano Nacional de Educação, Lei nº 13.005/2014, garantindo a aplicação de, no mínimo,30% dos recursos vinculados como previsto na Lei Orgânica do Município de Cuiabá;

- Ampliar o repasse de recursos às Unidades de Ensino que atendam a Educação Infantil e o 1º Ciclo do Ensino Fundamental, priorizando o letramento e alfabetização das crianças, além da alfabetização de Jovens e Adultos;

- Implantar escola em tempo integral em regionais de Cuiabá, selecionadas através de indicadores de vulnerabilidade, monitorando e expandindo paulatinamente de acordo com o PNE 2014;

- Revisar o Plano de Carreira dos Profissionais da Educação visando articular,de forma indissociável, a carreira, o salário, a jornada, a formação e as demais condições de trabalho e refletir e pautar estratégias viáveis para garantir com segurança acesso as salas presenciais e favorecer boas condições para aulas remotas considerando o período Pandemia.


Paulo Henrique Grando (Novo)

- Ampliar a oferta de vagas em creches para crianças de 0 a 3 anos;

- Selecionar gestores das escolas públicas com base em critérios técnicos;

- Capacitar gestores, concedendo-lhes maior autonomia, inclusive pedagógica;

- Promover a capacitação continuada dos professores focada em métodos de ensino;

- Premiar professores por desempenho com impacto decisivo da avaliação dos pais, não apenas financeiramente, mas em termos de reconhecimento e progressão na carreira;

- Implantar aulas de reforço em pequenos grupos para alunos com déficit de aprendizagem;

- Uso intensivo de ciência de dados para monitoramento de aprendizagem;

- Estabelecer um currículo mínimo, especialmente em língua portuguesa e matemática, para a rede pública que esteja alinhado com os níveis de aprendizagem dos países desenvolvidos;

- Aplicas o conceito escola eficaz nas unidades de ensino municipal;

- Criar programa piloto de bolsas escolares em escolas particulares para alunos de baixa rensa;

- Estabelecer modele teste de escola conveniadas;

- Aprovar legislação local para ensino domiciliar;

- Simplificas e agilizar aberturas de novas escolas privados;


Roberto França (Patriota)

- Investir na humanização e qualidade de vida e trabalho dos profissionais da Educação;

- Ampliar ofertas de vagas na educação infantil com prioridade especializada para educandos com necessidades especiais;

- Criar e implantar o programa Paz e Defesa da Vida nas escolas municipais;

- Promover a inclusão digital das crianças cuiabanas informatizando todas as unidades escolares;

- Ampliar vagas de creches com cobertura 100% das crianças em estado de vulnerabilidade;

- Elaborar um calendário de manifestações culturais e apoiar todas as formas de expressão artísticas da comunidade escolar; 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Edição digital

Sexta-feira, 04/12/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 59,70 -0,17%

Algodão R$ 126,18 -0,57%

Boi à vista R$ 249,16 -1,37%

Soja Disponível R$ 153,00 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.