Publicidade

Cuiabá, Sábado 05/12/2020

Política de MT - A | + A

eleição 2020 18.10.2020 | 17h50

Planos de governo em Cuiabá não citam obra parada do VLT

Facebook Print google plus

GazetaDigital

Selo eleições 2020

 

Definida a data do primeiro turno, no dia 15 de novembro, candidatos à Prefeitura de Cuiabá lançaram seus programas de governo. Caso eleito, o prefeito deve executar os planos de 2021 a 2024. Um dos principais eixos, citados por todos os 8 concorrentes, é a mobilidade urbana, cujo histórico na capital não é dos melhores.


Apesar da mobilidade urbana constar nos planos de todos os candidatos, nenhum citam o “elefante branco” das atuais gestões: a conclusão do Veículo Leve sob Trilhos (VLT).

 

Leia também - Confira propostas para habitação municipal de candidatos a prefeito


A maioria dos futuros gestores cita manutenção do bilhete único e passe livre estudantil, ciclovias, faixas exclusivas para ônibus e recuperação da malha viária. Outro ponto inusitado nos planos é dedicado aos motoristas de aplicativo e entregadores.


O listou os principais planos de governo para a mobilidade urbana. Confira:


Abílio Júnior (Podemos)
- Motoristas de App
- Entregadores de App
- Bilhete Único
- Pagar mensal ou semanal, e usar à vontade durante o período pago
- Faixas exclusivas
- Conectividade
- Mais veículos durante à noite
- Lotação
- Abrir concorrência para transportes alternativos
- Reavaliar a licitação, atualmente de 30 anos
- Compartilhar com o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) o videomonitoramento
- Ciclovias e plano cicloviário
- Contratar equipe de engenheiros de tráfego para buscarsoluções de trânsito
- Reinventar a Junta Administrativa de Recurso de Infrações (JARI)
- Criar um sistema por app para recorrer das multas
- Criar rotatividade dos analistas
- Pátio de remoção e multas
- Parcelamento de multas em boleto (em até 24x)
- Remoção do veículo apenas para retirada do local, mas não permanecer no pátio facilitando a retirada
- Políticas para PCD's
- Garantir 100% da frota de ônibus adaptada


Aécio Rodrigues (PSL)
- Criar ciclovias
- Acessibilidade
- Acabar com taxa de cadastramento para motoristas de aplicativos
- Colocar na licitação todos os ônibus equipados com ar-condicionado
- Auditoria nos contratos de transporte público para coibir qualquer ilegalidade
- Licitação transparente
- Impor limite de pessoas em pé nos ônibus
- Gestão eficiente no Sistema de Transporte Público para que o usuário pague uma tarifa mais justa


Emanuel Pinheiro (MDB)
- Recuperar a malha viária e a pavimentação asfáltica urbana, além da necessidade de melhorar o acesso à Zona Rural com a revitalização dos acessos àquelas comunidades, são projetos que estão sendo implantados gradativamente
- Ampliação das faixas exclusivas para ônibus, novas linhas e maior frequência de ônibus está fazendo com que os usuários sejam melhor atendidos e seja reduzido tanto o tempo de espera quanto de deslocamento no trajeto
- Implantar a acessibilidade nos prédios públicos e praças, construir abrigos de ônibus adequados para oferecer maior conforto aos usuários do sistema de transporte público e adaptados aos portadores de necessidades especiais


Gilberto Lopes (Psol)
- Auditoria dos atuais contratos das empresas de ônibus, contratos esses firmados a toque de caixa por um corrupto notório
- Municipalização do transporte público, redução gradativa da tarifa, passe livre irrestrito para estudantes e pessoas desempregadas, gestão democrática do transporte público, com um conselho de transporte público paritário, aberto ao público e que seja transparente e acessível à população


Gisela Simona (Pros)
- Elaborar o Plano Municipal de Mobilidade Urbana em articulação e revisão do Plano Diretor e Lei do Uso e Ocupação do Solo, para fomentar a ocupação dos vazios urbanos e otimizar a infraestrutura urbana existente
- Implementar a gestão e o controle do sistema de bilhetagem eletrônica do transporte coletivo dentro da ARSEC e SEMOB, colocando o poder público como regulador de fato do sistema de transporte coletivo em Cuiabá
- Implementar, por meio do Plano Municipal de Mobilidade Urbana, infraestrutura voltada à mobilidade ativa, valorizando os deslocamentos a pé e com o uso da bicicleta.
- Implantar uma malha cicloviária, permitindo o uso mais frequente de bicicletas e patinetes
- Construir, com a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) e a Associação Comercial de Cuiabá, um plano de revitalização do comércio no centro da cidade
- Consolidar uma parceria com o governo do Estado, para resolver o modal de transporte para Cuiabá
- Reanalisar todos os contratos efetivados pela SEMOB nos último 04 (quatro) anos
- Implantar estacionamento rotativo em Cuiabá, por meio de concorrência pública, aplicando a receita em benefício do transporte coletivo, como forma de buscar o barateamento da tarifa para os usuários do sistema
- Melhorar a fiscalização sobre o transporte de passageiros de aplicativos, tipo mototáxi e UBER, coibindo as atividades clandestinas, em parceria com a PM-MT.
- Implantar 3 avenidas estruturais, para melhorar o trânsito, interligando diferentes regiões da cidade
- Implantar um programa de redução dos quebra-molas em Cuiabá, especialmente nas linhas do transporte coletivo
- Implementar uma gestão técnico-política na Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, por meio da capacitação dos seus servidores nas áreas de operação do trânsito e engenharia de tráfego
- Implantar um corredor de transporte coletivo ao longo da Avenida Dante Martins de Oliveira - Avenida João Gomes Sobrinho - proporcionando uma ligação estruturada entre o Terminal CPA 3 e o centro de Cuiabá
- Promover ações de educação no trânsito nas escolas municipais, por meio de parcerias com as Secretarias de Educação e Saúde
- Melhorar os pontos de ônibus com a implantação de abrigos, em trabalho associado com o tratamento das calçadas no seu entorno
- Garantir acessibilidade em todos terminais de ônibus de Cuiabá.
- Garantir sanitários decentes com pias e limpeza permanente nos terminais de ônibus


Julier (PT)
- Fortalecer a estrutura institucional da Secretaria de Mobilidade, responsável pela Política de Mobilidade e por conduzir a elaboração e implementação do Plano de Mobilidade de Cuiabá
- Investimentos otimizados em projetos e obras


Paulo Grando (Novo)
- Liberar as opções de transporte coletivo alternativo
- Desregular serviços de táxi e app
- Reforçar a segurança em estações de ônibus e pontos de vulnerabilidade


Roberto França (Patriota)
- Elaborar e implantar um plano de desenvolvimento urbano
- Revitalizar pavimentação asfáltica das linhas de ônibus que ligam o centro/bairros e as ruas e avenidas com maior circulação de veículos

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Edição digital

Sexta-feira, 04/12/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 59,70 -0,17%

Algodão R$ 126,18 -0,57%

Boi à vista R$ 249,16 -1,37%

Soja Disponível R$ 153,00 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.