Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 11/08/2020

Política de MT - A | + A

R$ 4,1 MI 24.04.2020 | 14h45

Polícia investiga compra de respiradores falsos por prefeitura

Facebook Print google plus

Reprodução/Facebook

Reprodução/Facebook

A Polícia Civil investiga a compra de 22 respiradores falsificados pela prefeitura de Rondonópolis ( 212 km ao sul de Cuiabá) no valor de R$ 4,1 milhões. O prefeito José Carlos do Pátio (SD) acionou a justiça para solicitar a devolução dos equipamentos.

 

Os equipamentos que seriam utilizados para os pacientes diagnosticados com a covid-19 (novo coronavírus), serão analisados pela Politec. Duas pessoas já morreram no município vítimas da pandemia.

 

De acordo com a ação, a empresa teria maquiado as caixas dos equipamentos para parecerem respiradores do modelo "Ventilador DX 3012 Dixtal" e evitar a verificação dos produtos na hora da entrega que ocorreu na própria empresa.

 

Leia também - MPE recomenda que Estado suspenda aulas por mais 30 dias

 

"Ao chegar no local da retirada, foi apresentado ao motorista, uma embalagem do produto, que foi aberta para checagem e conferência, mas tão somente de uma amostra. Tendo sido orientado naquela oportunidade que as demais embalagens não deveriam ser abertas, sob pena de perda da garantia do produto, considerando ainda que a efetiva instalação seria feita por técnico responsável da empresa fornecedora”, diz trecho da ação proposta na Vara de Fazenda Pública da Comarca de Rondonópolis.

 

A descoberta só ocorreu na última segunda-feira (22), quando os supostos respiradores seriam guardados. "(...) movimentei a caixa e notei de pronto que a mesma era muito leve e por conta desse detalhe resolvemos abrir uma das caixas, a partir deste momento percebemos que o referido equipamento não apresentava as características de um ventilador, mais, sim, de um equipamento multiparâmetro, bem como, que não existem saídas para conexão de traquéias e conexão de mangueiras para oxigênio e ar comprimido", diz outro trecho da ação.

 

Segundo a prefeitura, o equipamento não veio acompanhado com os demais assessórios como traqueias, mangueiras e umidificador. "Na caixa continha manual do ventilador porém com fotos e layout totalmente diferentes do equipamento entregue. Observamos ainda que o suporte que acompanha o referido ventilador/monitor não permite encaixe ou fixação em sua base, a caixa de papelão está envolvida por um adesivo largo pouco aderente que sai com facilidade da caixa que demonstra a marca “OLIDEF” em suas laterais”.

 

Procurado pelo a prefeitura disse se manifestará ainda hoje sobre o assunto.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Toda a polêmica envolvendo a morte da adolescente é por dúvida se o tiro foi acidental?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 11/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,00 3,83%

Algodão R$ 91,42 0,36%

Boi a Vista R$ 133,67 -0,25%

Soja Disponível R$ 76,00 0,93%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.