Publicidade

Cuiabá, Domingo 12/07/2020

Política de MT - A | + A

comprometimento pulmonar 03.06.2020 | 17h09

Presidente da Fapemat é transferido às pressas para Cuiabá

Facebook Print google plus
Thiago Andrade e Pablo Rodrigo

redacao@gazetadigital.com.br

JLSiqueira/AL

JLSiqueira/AL

O presidente da Fapemat, professor  Adriano Silva, será transferido para um hospital particular de Cuiabá por falta de leitos de UTI em Cáceres (225 km ao Oeste). Ele estava internado no Hospital São Luiz e precisou ser entubado por conta do agravamento do quadro. Os médicos suspeitam que o integrante do governo Mauro Mendes (DEM) esteja com a covid-19.  

 

Segundo comunicado em suas redes sociais, Adriano apresenta comprometimento pulmonar, foi entubado, mas seu quadro é estável.  


"Sabemos que todos estão muito preocupados com a saúde dele e, por isso, vamos atualizar todas as informações a vocês. O canal direto de informações será realizado sempre por esta página. Este é o nosso comprometimento com você, que tanto carinho tem por ele. Neste momento, pedimos orações e pensamentos positivos, sem especulações ou fake news", disse a família em comunicado nas redes sociais do presidente.

 

Leia também - Prefeito não comparece à vistoria e secretário reclama de 'picuinha'

 

Adriano já foi reitor da Unemat e deputado estadual. Se confirmado com a covid-19, será o primeiro integrante do primeiro escalão do governo com a forma grave da doença. 

 

O ex-deputado disse que foi um médico na última segunda (1) porque não estava se sentindo bem, então os médicos pediram para ele ficar em observação no hospital. Entretanto, seu quadro se agravou nas últimas horas e já não há mais leitos de UTI em Cáceres.   

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

João Batista de Lima - 03/06/2020

Vamos orar por todos os nossos irmãos que estão internados nos leitos hospitareres e os que se recuperam em casa, senhor nosso Deus interceda por todos nós aqui na terra.

parasita - 03/06/2020

Na secretaria de saúde do estado, os servidores estão dando positivo e os colegas não são dispensados e nem fazendo teste. Só quando estiverem morrendo que o servidor fara teste ou será liberado. Secretário incoerente. Os servidores também estão impedidos de tirarem férias ou licença. Com isso está tendo grande aglomeração, principalmente com as obras de reforma que estão acontecendo na sede da secretaria. Ontem fizeram o teatro da distribuição das ambulâncias no palácio paiaguás, pois a partir do dia 4 de junho não poderão faze-lo por conta do período eleitoral, depois voltaram com elas para o estacionamento da secretaria.

2 comentários

1 de 1

Enquete

Você acredita na eficácia das barreiras sanitárias implantadas em Cuiabá?

Parcial

Edição digital

Domingo, 12/07/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,85 -1,98%

Algodão R$ 91,10 0,56%

Boi a Vista R$ 136,40 -0,29%

Soja Disponível R$ 68,40 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.