Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 22/10/2020

Política de MT - A | + A

Agrotóxicos 21.08.2020 | 09h39

Projeto obriga Estado a analisar águas dos rios

Facebook Print google plus

Mayke Toscano/Secom

Mayke Toscano/Secom

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) é o autor de um projeto de lei (PL 704/2020) que obriga o governo do estado a realizar semestralmente análise para detecção da presença de agrotóxicos na água destinada ao consumo humano em Mato Grosso.

 

Na mesma proposta, as águas superficiais ou subterrâneas, fluentes e emergentes, localizadas no território mato-grossense também serão submetidas a análise semestral.

 

Para o desenvolvimento das análises científicas das águas, o estado definiria a metodologia e os parâmetros de pesquisa e ficaria autorizado a firmar convênios e termos de parcerias com universidades públicas, institutos de pesquisa, municípios e empresas públicas.

 

Leia também - Licença-maternidade de Janaina é aprovada mesmo após pedido de vista

 

O projeto ainda estipula que o resultado das análises será publicado no Diário Oficial do Estado e no site oficial do governo do estado de Mato Grosso na rede mundial de computadores, devendo conter ferramenta de pesquisa de conteúdo que permita o acesso à informação de forma objetiva, transparente, clara e em linguagem de fácil compreensão.

 

Ainda será possibilitada a gravação de relatórios em diversos formatos eletrônicos, inclusive abertos e não proprietários, tais como planilhas e texto, de modo a facilitar a análise das informações, divulgação de detalhes dos formatos utilizados para estruturação da informação, garantia de autenticidade e a integridade das informações disponíveis para acesso e ainda manter atualizadas as informações disponíveis para acesso.

 

“Os agrotóxicos assumem caráter destacado enquanto contaminantes pela intensidade e, não raro, indiscriminação que caracterizam seu consumo no país e no estado. Sua presença nos mananciais pode trazer dificuldades para o tratamento da água em virtude da eventual necessidade de tecnologias mais complexas do que aquelas normalmente usadas para a potabilização”, justifica o parlamentar.

 

Em abril de 2019, dados divulgados pelo Ministério da Saúde revelaram que Cuiabá e outras 29 cidades de Mato Grosso tiveram suas águas contaminadas por coquetel de agrotóxicos.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Como você avalia a ausência de um candidato convidado para debater com adversários?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 22/10/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 57,50 1,77%

Algodão R$ 118,67 3,64%

Boi a Vista R$ 242,24 0,00%

Soja Disponível R$ 156,30 0,35%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.