Publicidade

Cuiabá, Sábado 24/10/2020

Política de MT - A | + A

por liminar 10.09.2020 | 10h33

Relatório da CPI do Paletó volta para a Câmara de Cuiabá

Facebook Print google plus

Divulgação

Divulgação

O relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o pagamento de propina do ex-governador Silval Barbosa (sem partido) a deputados estaduais, incluindo Emanuel Pinheiro, que atualmente é prefeito de Cuiabá, voltou a tramitar na Câmara de Vereadores da Capital. Na quarta-feira (9) o relatório da CPI do Paletó, como ficou popularmente conhecida, foi encaminhada para a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).

 

A volta do relatório para a Câmara ocorre após a decisão do juiz Carlos Roberto Barros de Campos, da 4ª Vara Especializada da fazenda Pública de Cuiabá. Pela liminar, para ter validade, a CPI precisa ser analisada pela CCJR e depois ser votada pelos vereadores. Na primeira vez que foi votada, o relatório da CPI não passou pela CCJR.

 

Leia também - Emanuel nega interferência em VG e diz que críticas do MDB são injustas

 

Em julho, o relatório da CPI foi votado e arquivado, por 16 votos a 9. A Comissão investigou o suposto recebimento de propina por Emanuel Pinheiro, que na época era deputado estadual. Foram ouvidos pela Câmara Silval Barbosa e também seu ex-chefe de gabinete, Silvio César Corrêa.

 

Em sua decisão, o juiz afirma que o presidente da Câmara, Misael Galvão (PTB), não seguiu o rito legal da votação, como não disponibilizar a íntegra do processo aos 24 vereadores e também não informar a inserção do relatório na pauta com 24 horas de antecedência.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Como você avalia a ausência de um candidato convidado para debater com adversários?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 23/10/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 61,00 2,52%

Algodão R$ 125,19 1,55%

Boi à vista R$ 242,24 0,00%

Soja Disponível R$ 161,50 0,31%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.