Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 01/12/2020

Política de MT - A | + A

LUCAS DO RIO VERDE 31.10.2020 | 09h26

Saiba quanto gastou cada candidato em campanha

Facebook Print google plus
Izabelle Borges - Especial para o GD

izabelle@gazetadigital.com.br

Divulgação

Divulgação

Em Lucas do Rio Verde (354 km ao norte), a corrida à prefeitura é composta por quatro candidatos, onde concorrentes destoam com valores. De um lado, há candidato declarando apenas fundo partidário e, do outro, oponente sem fundo, mas com recursos próprios de R$ 250.000,00.

 

Cada concorrente precisa respeitar o teto de despesas legal no valor de R$ 2.868.807,42 e declarar à Justiça Eleitoral os valores de arrecadação e gastos, durante a campanha.

 

A equipe do buscou os dados declarados pelos postulantes ao cargo de prefeito do munícipio e encontrou as seguintes informações.

 

Claudio Senna (Pode)
O empresário declarou R$ 141.060,43, sendo R$ 41.060,43 de recursos estimáveis.

 

Do total, R$ 106.000,00 são de recursos próprios, R$ 19.800,00 de pessoas físicas e R$ 15.260,43 de doação partidária.

 

Claudio não declarou nenhum valor de arrecadação pela internet, financiamento coletivo ou doação de outro candidato.

 

Já nos gastos, o candidato declarou a contração de R$ 99.148,49, mas apenas R$ 57.648,49.

 

Luiz Binotti (PSD)
O cadidato que busca a reeleição, fazendo parte da coligação "Lucas no Rumo Certo", declarou uma receita de R$ 369.800,00, porém, desse total, R$ 34.800,00 são de recursos estimáveis.

 

O empresário recebeu R$ 264.800,00 em doações de pessoas físicas e R$ 105.000,00 em recursos próprios.

 

Luiz não recebeu valores de doações de outros candidatos, financiamento coletivo, doação pela internet e nem partidária.

 

Quanto às despesas, o candidato declarou um gasto de contratação em R$ 1.328.605,74, mas fez o pagamento de R$ 259.118, 45.

 

Mano da Saúde (Pros)
O vereador declarou R$ 69.000,00, sendo todo vindo de doações partidárias.

 

O candidato diz ter contratado R$ 120.048,00, mas já efetuou o pagamento R$ 6.500,00.

 

Doações de outros candidatos, arrecadação pela internet, financiamentos coletivos e de pessoas físicas estão sem valor, bem como recursos próprios.

 

Miguel Vaz (Cidadania)
Candidato à eleição, juntamente a coligação "Gente que Faz", declarou o valor total de R$ 698.000,00, mas somente R$ 18.000,00 são de recursos estimáveis.

 

Das arrecadações, R$ 250.000,00 são de recursos próprios e R$ 448.000,00 são de doações de pessoas físicas.

 

O empresário não recebeu doação de partidos, candidatos, financiamento coletivo ou pela internet.

 

Quanto aos gastos, o candidato declarou a contratação de R$ 897.709,11, mas efetuou o pagamento de R$ 608.324,62.

 

Todas as informações compostas nessa matéria foram extraídas do portal “Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais”.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Com o resultado da eleição, você acredita em uma Cuiabá melhor a partir de 2021

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 01/12/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 61,00 -0,81%

Algodão R$ 127,44 0,81%

Boi à vista R$ 252,99 0,02%

Soja Disponível R$ 154,00 -3,75%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.