Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 12/11/2019

Política de MT - A | + A

Gerido por administrador 20.10.2019 | 14h10

Secretário diz que MT está entrando num novo patamar de administração pública

Facebook Print google plus

Christiano Antonucci/Secom-MT

Christiano Antonucci/Secom-MT

Endossando a fala do ex-candidato a presidente Ciro Gomes (PDT), o secretário de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso, Marcelo Oliveira - conhecido como Marcelo Padeiro, acredita que o Estado está entrando em novo patamnar de administração pública na gestão Mauro Mendes (DEM). Ele concorda com a fala do pedetista de que o ser administrador público não é coisa de "estagiário". 

 

Leia também - Secretário lista 4 principais problemas que impedem obras do VLT

 

"Eu não posso dizer casa arrumada, porque a gente trabalha muito, eu foco muito na Sinfra. Mas o que eu posso dizer é o seguinte: trabalhei com Mauro 4 anos na prefeitura de Cuiabá e Mauro deixou a casa não só arrumada, mas muito bem arrumada, inclusive com nova decoração. Deixamos arrumadinha. Não tenho duvidas que Mauro vai deixar Mato Grosso em um novo patamar, para mais 4 anos ou para o seu sucessor", disse em entrevista ao Primeira Página, da rádio Centro América.

 

Para ele, a população precisa reconhecer os esforços e o trabalho de Mauro Mendes para que não haja retrocesso na administração do Estado. "Mato Grosso tem que caminhar sempre pra cima, como disse Ciro (Gomes) numa entrevista dele, nós precisamos parar de colocar estagiários para comandar o Brasil, os estados e cidades. O estagiário é aquele está começando a sua formação. O estagiário precisa aprender, principalmente na área de infraestrutura. Eu sou um estagiário e preciso aprender pra eu ser um bom engenheiro e fazer meu papel. Quando você coloca uma pessoa pra ser um político, pra gerir sua cidade, gerir seu estado, você precisa colocar uma pessoa que já tenha tido experiência pelo menos de gestão", disse.

 

O governador Mauro Mendes já disse que o Estado está saindo da calamidade nas finanças antes mesmo do esperado pelo governo no começo do ano. Depois da aprovação da cessão onerosa, o Estado espera receber até R$ 665 milhões até o dia 27 de dezembro. O dinheiro será da parte de Mato Grosso na venda das reservas de pretóleo do Pré-Sal. 

 

 

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

O fraco desempenho de um time de futebol é culpa do técnico ou jogadores?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 12/11/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,80 0,73%

Algodão R$ 97,71 -0,95%

Boi a Vista R$ 131,59 -1,31%

Soja Disponível R$ 69,00 -2,27%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.