Publicidade

Cuiabá, Sábado 08/08/2020

Política de MT - A | + A

duplicidade de licitações 23.06.2020 | 11h59

Secretário pede exoneração do cargo e nega irregularidades

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Atualizada às 12h12 - Alex Vieira Passos pediu exoneração do cargo de secretário municipal de Educação de Cuiabá. Ele é alvo da investigação que aponta lavagem de dinheiro por meio de contrato na Secretaria Municipal de Educação desde 2017. Além de Alex, a pasta teve como secretário Rafael de Oliveira Cotrim, que também é investigado. Vieira já havia sido afastado de forma cautelar do cargo na manhã desta terça-feira (23).

 

“Entendo o papel do Ministério Público, da Polícia Civil e recebo a decisão com tranquilidade. Eu peço a exoneração do cargo para que o prefeito fique tranquilo e que não prejudique o andamento da secretaria”, disse Passos em coletiva à imprensa.

 

Leia também - Delegado descarta participação de prefeito em esquema da Educação

 

Ele ressalta que entrou no cargo em março de 2018, quando a obra já havia sido licitada e estava em andamento. “Concluí a obra, pagando e empresa e entregando a Creche Municipal de Educação Infantil (CMEI). Ela começou em 2012 e passou por 3 gestões, nenhuma conseguiu terminar. Nós terminamos e o prêmio que eu recebo é esse”.

 

Nas investigações, Alex é apontado como sócio da empresa responsável em executar a obra, o que ele negou. “Não tenho nenhuma ligação com a empresa, não recebo dinheiro de lá, não tenho nome. Eu fui sócio, em outro segmento – diferente, de um dos sócios dessa construtora. Não fui eu quem vistei, não pedi, eu terminei a obra que foi iniciada em gestões anteriores”.

 

Confusão jurídica

Alex ressalta que o contrato era de R$ 2 milhões, nós gastamos R$ 1,4 milhões. “Isso com a sociedade cobrando a obra, que estava abandonada, mato alto, caindo e ainda gastamos menos que o estipulado. Vamos ver o que acontece nessa situação, entre 2012 e 2013 para fazer a nossa defesa”, disse.

 

"Duplicidade não aconteceu na minha gestão, é de 2012, não tem nada a vê com o outro contrato da nossa gestão, foi feito, pago e licitação. A obra foi concluída em 2018. Ou seja, teve tempo necessário se há superfaturamento", ressaltou. O pedido de exoneração, segundo Alex, é para evitar que no futuro ele seja acusado de obstrução de Justiça. 

 

Busca e apreensão 

Busca e apreensão, bem como o bloqueio de bens foram decretados pela 7º Vera Criminal de Cuiabá. Os mandados estão sendo cumpridos na Capital, em Várzea Grande e Campo Grande (MS). Agora, localizar novos elementos que vinculem os suspeitos às empresas, bem como documentos que indiquem a prática de atos ilícitos antecedentes à lavagem de capitais, vez que restou identificado movimentação suspeita de R$ 1 milhão. 

 

As investigações indicam o cometimento dos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e advocacia administrativa, cujas penas somadas ultrapassam os 20 anos de reclusão.

 

A operação coordenada pela delegada da GCCO, Juliana Chiquito Palhares e o delegado da Deccor, Luiz Henrique Damasceno, responsáveis pelas representações das medidas, conta com a participação de nove delegados de Polícia, 40 investigadores e dez escrivães. Além disso, conta com o apoio da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) e da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul, por meio do Grupo Armado de Repressão a Roubos a Banco e Resgate a Assaltos (Garras).

 

Para os delegados titulares das unidades envolvidas, Eduardo Augusto de Paula Botelho e Flávio Henrique Stringueta, a ação conjunta reforça o sentimento de unidade da Polícia Civil no combate à criminalidade.

  

Origem do nome 

O nome Overlap indica a sobreposição de itens licitados, pois as investigações apontaram duplicidade nas licitações identificadas, fazendo com que o município pagasse duas vezes pelo mesmo serviço. (Com informações da Assessoria de Imprensa) 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 07/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 23,00 0,00%

Algodão R$ 93,06 -0,51%

Boi a Vista R$ 135,75 0,06%

Soja Disponível R$ 67,60 0,90%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.