Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 14/10/2019

Política de MT - A | + A

'cassada e abandonada' 14.09.2019 | 21h36

Selma alega falta de solidariedade e troca PSL pelo Pode

Facebook Print google plus

Roque de Sá/Agência Senado

Roque de Sá/Agência Senado

Após a adesão do vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro, o Podemos (Pode), presidido em Mato Grosso pelo deputado federal José Medeiros, filia na próxima quarta-feira (18) a senadora Selma Arruda, ainda no PSL. A informação da saída da parlamentar do partido do presidente Jair Bolsonaro foi antecipada há duas semana pela própria senadora.  

 

A data da filiação da senadora foi cravada, neste sábado (14), pelo site O Antagonista. “O PSL é um partido que me incomoda, não apenas pela falta de solidariedade em relação a todo esse processo que eu estou enfrentando (de cassação do mandato), mas também em relação a essas pressões de membros do partido para tirar a assinatura do pedido de CPI da Lava Toga. Não tenho mais jeito de permanecer nesse ambiente”, informou o site, que também deu em primeira mão a saída de Selma do PSL.

 

Leia também - Secretária da Sema defende necessidade de queimadas

 

A senadora está com o mandato cassado deste abril deste ano por caixa 2 e abuso de poder econômico. Ela tenta reverter a decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

 

“O partido não tem uma consistência ideológica própria. Não tem um formato de partido. Não é um lugar que tu encontres uma ideologia que não seja mero repeteco de algumas frases prontas. Tudo é culpa da esquerda. Todo mundo é comunista. Eu não dou conta disso. Não tem uma liderança. Não tem envolvimento nem sequer do próprio presidente da República. Ele não consegue se envolver com a gente”, acrescentou O Antagonista.

 

O processo de convencimento da senadora ao Pode contou com o próprio presidente nacional da sigla, senador Álvaro Dias. 

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

O que você pensa sobre a CPI da Lava Toga?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 14/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,35 -1,08%

Algodão R$ 89,99 -0,31%

Boi a Vista R$ 136,00 0,00%

Soja Disponível R$ 71,50 -0,56%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.