Publicidade

Cuiabá, Domingo 20/09/2020

Política de MT - A | + A

CASSADA POR CAIXA 2 16.09.2020 | 19h25

Selma Arruda declara apoio a Reinaldo e não crê em transferência de votos

Facebook Print google plus
Janaiara Soares e Noelisa Andreola

redacao@gazetadigital.com.br

GazetaDigital

Selo eleições 2020

 

Com apoio da ex-senadora Selma Arruda (PODE), cassada por uso de caixa 2, o empresário Reinaldo Moraes (PSC) teve sua candidatura ao Senado homologada em convenção do partido nesta quarta-feira (16).


A chapa conta com o pequeno agricultor, Gilberto Katani (PRTB), como primeiro suplente e o empresário de Rondonópolis, Neles Walter Faria (PSC), como segundo.


Para Reinaldo, é significativo a ex-senadora estar ao seu lado nesta campanha. "A juíza Selma é emblemática porque a eleição dela em 2018 representou o anseio da população mato-grossense, que era ter um candidato novo, combatendo a corrupção, contra esses velhos grupos econômicos e contra essa estrutura política que existe no Estado", elogiou.

 

Leia também - 'Vice-prefeito de Acorizal, 'Dito Pinga' morre de covid-19'


O candidato ainda enfatizou que a cassação de Selma foi um injustiça. Segundo ele, existem políticos que cometem crimes maiores. "Na minha opinião foi injustiçada a maneira que foi retirada do cargo de senadora. Nós temos aí uma série de políticos que têm até filmagem e outra série de argumentos e ela por uma questão formal teve seu cargo cassado".


Defensor do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), o empresário afirmou que mesmo sem o seu apoio explícito - devido ao fato do presidente ter anunciado o apoio à candidata coronel Rúbia Fernanda (Patriota), que concorre ao mesmo cargo - ele continuará seguindo seus ideais para o país.


Selma Arruda, que pediu licença do Podemos para apoiar Reinaldo, explicou o motivo para estar nesta parceira, visto que seu partido possui o deputado federal José Medeiros, como candidato a vaga no Legislativo.


"O motivo pelo qual eu não apoio o Medeiros é um motivo estritamente partidário. A liderança do Podemos no Senado concluiu que se ele fosse eleito à Câmara perderia um deputado e deixaria vaga pra uma pessoa de esquerda, que seria Gisela Simona. Além disso, não é do interesse que ele dispute uma majoritária, sendo que ele pretende ir para o Aliança, sendo assim o partido perderia um senador, caso eleito".


De acordo com a ex-senadora, Reinaldo Moraes é a pessoa que manterá seu legado em Brasília. "Dos candidatos que estão postos, eu vejo que ele é a pessoa mais preparada para seguir o caminho que eu estava seguindo", explanou.


Ela também completou dizendo que não acredita que seus votos serão transferidos para o candidato. "Não acredito em transferência de votos, acredito que possamos trabalhar juntos. O Reinaldo é uma pessoa por si só, não vou transferir votos para ele porque não sou papel carbono, eu irei apenas apoiá-lo nessa trajetória".

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Onze candidatos disputam o Senado, você acha que o número amplia o leque de propostas ou mostra a desunião da classe política?

Parcial

Edição digital

Domingo, 20/09/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,10 0,53%

Algodão R$ 93,13 0,71%

Boi a Vista R$ 135,50 -0,37%

Soja Disponível R$ 67,90 -0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.