Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 28/02/2020

Política de MT - A | + A

assista aqui 27.09.2018 | 15h34

Selma é gravada critica funcionalismo público e citando ineficiência

Facebook Print google plus

Reprodução/Facebook

Reprodução/Facebook

A candidata ao Senado e juíza aposentada Selma Arruda (PSL) criticou o funcionalismo público e classificou os servidores como “numerosos” e “ineficientes”. A crítica consta em um vídeo apócrifo que circula nas redes sociais em que a candidata diz ainda que os servidores passam horas à toa, além de serem desidiosos. Veja vídeo abaixo.

 

No vídeo, a juíza aposenta diz que atuou por 22 anos no Fórum de Cuiabá e presenciou diversas situações em que servidores chegam atrasados e passam o dia fazendo coisas alheias ao trabalho que deveria ser executado.

 

“O expediente começa ao meio dia. A pessoa chega meio dia e meio, uma hora mais ou menos. Aí liga o computador. Aí vai lixar unha enquanto o computador está ligando. Aí a hora que liga vai à internet. Vai ver todos os sites. Vai ver seu horóscopo. Baixar os e-mails”, disse.

 

Na sequência, a juíza aposentada diz ainda que depois de 2 horas do início do expediente é que os servidores efetivamente começam a trabalhar, mas logo são interrompidos pela “hora do lanche”. “Então você tem que dar uma saidinha pra lanchar. Depois volta por 3 e meia, quase 4 horas porque encontrou uma outra colega no corredor também. E aí 4, você trabalha até, vamos supor às 5h, 6h e já fica dando a partida pra sair”, afirmou.

 

Selma completa ainda dizendo que viu isso “a minha vida inteira”. Ao todo, o vídeo tem 1 minuto e 35 segundos, mas não deixa claro em que ocasião foi que Selma Arruda fez as referidas declarações.

 

Servidores criticam – Após a divulgação do vídeo, os servidores do Poder Judiciário repudiaram as declarações da magistrada aposentada. Por meio de nota, o sindicato desses servidores (Sinjusmat) classificou como “ato bárbaro, mentiroso e covarde" praticado contra os profissionais.

 

O sindicato desafiou a juíza aposentada a provar as declarações feitas e afirmou ainda que, sem os servidores, Selma Arruda não teria conseguido realizar seu trabalho ao longo da magistratura.

 

Ou será que a candidata, enquanto Juíza, emitia sentença sozinha, não precisa de assessor para ajudar na elaboração das sentenças, não precisa de servidores Analistas, Técnicos e Auxiliares Judiciários para dar impulso processual, não precisa de Oficiais de Justiça para dar concreção às sentenças emitidas por ela?”, diz trecho da nota.

 

O sindicato afirmou também que acionará seu departamento jurídico para verificar quais medidas legais podem ser tomadas contra a atitude de Selma Arruda, bem como exigiu respeito e retratação pública da juíza aposentada.

 

"Falar que os servidores em geral, incluindo os do Poder Judiciário Estadual (onde a candidata atuava) são numerosos, ineficientes, preguiçosos e desidiosos é mentir e desconhecer a árdua luta desenvolvida pelosservidores, luta esta que se desenvolve em condições precárias”, diz trecho da nota.

 

Outro lado – A assessoria da candidata foi procurada para que ela pudesse comentar sobre as declarações e informou que será emitida uma nota de esclarecimento.

Vídeo

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Luiz Henrique Fernandes - 18/01/2019

Convivo diariamente com o judiciário. Exatamente como descrito.

Funcionário público - 28/09/2018

Ela se referiu muito bem ao judiciário, e quem e que não sabe que só funciona meio expediente de segunda a sexta ?? Ela não mentiu!!!

2 comentários

1 de 1

Enquete

Número de delações premiadas significa que MT está sendo passado a limpo?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 28/02/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,41 0,47%

Algodão R$ 96,72 -0,46%

Boi a Vista R$ 137,63 0,24%

Soja Disponível R$ 66,05 0,26%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.