Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 27/11/2020

Política de MT - A | + A

AVALIAÇÃO EM CARGOS 23.10.2020 | 18h57

Taques cita em programa eleitoral 'conselho de mãe'

Facebook Print google plus

Reprodução

Reprodução

Os candidatos ao Senado apresentaram propostas para ferrovia, combate à criminalidade na fronteira de Mato Grosso, valorização do Sistema Único de Saúde (SUS) e superação da pandemia. O candidato Pedro Taques (Solidariedade) citou depoimento da mãe: “Ela disse que fui melhor senador do que governador”.


Leia também -Vice de Aécio Rodrigues renuncia e novo nome deve sair do PSL

 

O candidato Carlos Fávaro (PSD) reforçou sua pretensão de priorizar a chegada da ferrovia em Cuiabá. “Pedi urgência no Senado para aprovação do Prejeto de Lei 261/2018 e garantir que a ferrovia chegue a capital”, destacou. Ele argumenta que houve grande crescimento das cidades que receberam a linha ferroviária.


O advogado e candidato Euclides Ribeiro (Avante) destacou propostas para a saúde pública. Para ele, é importante a valorização do SUS no atendimento a população. Disse que está em suas metas o combate a corrupção. “Todo cidadão tem direito a saúde de qualidade. No Senado, apresentarei projetos de valorização do SUS, melhorando o atendimento por meio da gestão de recursos”, promete.


O candidato José Medeiros (Podemos) destaca apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a importância de superar a pandemia.


Nilson Leitão (PSDB) abre seu programa com moradora do interior dando depoimento elogioso ao candidato. Ele cita que tem o apoio dos senadores Jayme Campos e Wellington Fagundes (PL) que o convocaram para ocupar cadeira no Senado. Ele cita alinhamento de ideologias entre eles.


“Esses dois senadores me convocaram e disse: queremos o Nilson em Brasilia. Os três em Brasília farão um grande trabalho por Mato Grosso”, reforçou o candidato.


Coronel Fernanda (Patriota) propões ações para combate de criminalidade na fronteira. “No Senado, a coronel Fernanda criara o programa de intensificação de controle de fronteiras”, diz a propaganda.


O candidato Feliciano Azuaga (Novo) destaca que pessoas comuns deveriam estar na política.


O programa do candidato Valdir Barranco (PT) ficou à disposição da suplente Maria Lúcia (PCdoB). Ela mencionou conquistas para a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e as ações que o candidato tem para a saúde.


Reinaldo Morais (PRTB) chama os eleitores para conhecê-lo nas redes sociais.


O procurador Mauro (PSOL) apenas prega o fim da desigualdade social e fala seu número.


Elizeu Nascimento (DC) repete propaganda anterior em que fala de Bolsonaro e que o ajudou na campanha presidencial.


Pedro Taques (Solidariedade) ele cita: “Minha mãe me falou: Pedro, você foi melhor senador do que governador” e apresenta seu número.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Você concorda com o retorno das aulas presenciais em fevereiro ou acha melhor esperar a vacina?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 27/11/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 62,00 0,00%

Algodão R$ 125,50 1,52%

Boi à vista R$ 252,87 -0,48%

Soja Disponível R$ 159,00 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.