Publicidade

Cuiabá, Sábado 21/09/2019

Política de MT - A | + A

Salários 15.05.2019 | 13h16

TCE alerta 9 municípios que usaram mais de 50% da receita com pagamento de pessoal

Facebook Print google plus

Divulgação

Divulgação

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) emitiu alerta para 10 municípios que ultrapassaram os 50% do orçamento para pagamento de pessoal. O alerta é feito antes que os municípios extrapolem os 60% das receitas para esse fim, que é o teto permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Os alertas foram emitidos com base nos Relatórios de Execução Orçamentária (RREO) do 6º bimestre e do Relatório de Gestão Fiscal (RGF) do 3ºquadrimestre de 2018.

 

Emitidas pelo conselheiro interino João Batista de Camargo Júnior, os termos de alerta foram direcionados aos municípios de Cáceres (225 km a Oeste de Cuiabá), Campinápolis (658 km a Leste), Campo Novo do Parecis (396 km a Noroeste), Comodoro (644 km a Oeste), Campos de Júlio (553 km a Oeste), Canarana (823 km a Leste), Santo Antônio de Leverger (34 km ao Sul), Conquista D'Oeste (571 km a Oeste) e Glória D'Oeste (312 km a Oeste).

 

Leia também - TCE investiga locações de veículos da Secretaria de Segurança

 

Os casos mais graves são de Canarana, que atingiu 56,64% com pagamentos de pessoal, seguido por Santo Antônio de Leverger (54,85%), Campos de Júlio (54,24%) e Conquista D'Oeste (51,61%), que estão mais próximos dos 60% e, portanto, ou seja, que atingiram mais de 95% do que pode ser gasto com pessoal.

 

Pela LRF, eles não poderão conceder “aumento, reajuste ou adequação de remuneração” aos servidores, assim como criar cargos, alterar a estrutura das carreiras, realizar novas contratações e também permitir horas extras”.

 

Segundo os alertas do conselheiro interino, todas as prefeituras deverão adotar “as medidas necessárias para adequar as despesas com gastos com pessoal nos bimestres e quadrimestres subsequentes”.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

FRANCISCO BRAZ DAS NEVES COSTA - 15/05/2019

O processo legislativo deve fiscalizar o cumprimento da LRF, em cumprimento ao ART. 59, analisar criteriosamente os projetos que cria cargos, aumentam salários etc.

Servidores públicos - 15/05/2019

Será que o TCE não está extrapolando a folha de pagamento também? Sendo um órgão fiscalizador deveria dar e ser exemplo para os Gestores públicos,cortar essas diárias, cortar estas capacitações para o interior do estado, porque o Tribunal tem um auditório que atende essa demanda, sendo assim economizaria muito o nosso dinheiro público, é preciso cortar de vez café da manhã, foi a época que tinha tudo isso, estamos passando por uma crise financeira muito grande, Procuradores do MPC e Conselheiros Substitutos vcs precisam mudar a cara do Tribunal de Contas, está nas mãos de vcs, não aguentamos mais ver tanto gastos sem necessidade...

2 comentários

1 de 1

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Para você, o que é uma família?

Parcial

Edição digital

Sábado, 21/09/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,00 -0,26%

Algodão R$ 89,94 -0,27%

Boi a Vista R$ 134,50 0,37%

Soja Disponível R$ 68,65 0,22%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.