Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 14/08/2020

Política de MT - A | + A

Juros subsidiados 24.03.2020 | 12h14

Ulysses pede que governo libere empréstimos de até 10 mil

Facebook Print google plus

Ronaldo Maza/ALMT

Ronaldo Maza/ALMT

O deputado estadual Ulysses Moraes (DC) encaminhou ao governo do Estado uma série de sugestões para conter a crise econômica provocada pela pandemia do coronavírus. O parlamentar pede que o governo libere microcrédito de R$ 10 mil com juros pagos pelo Estado e também crédito de R$ 200 mil com pagamento de 12 a 36 meses.

 

A linha de crédito também seria para empreendimentos rurais.O parlamentar pede um aumento no prazo de pagamento dos atuais empréstimos contratados com Estado, através da agência Desenvolve MT. 

 

O parlamentar pediu mais tempo para que as empresas paguem ICMS, assim como o governo federal esticou o prazo de pagamento de quem está no Simples Nacional, o prazo inicial seria de 60 dias.

 

Leia também - MT tem 6 casos confirmados de coronavírus e 210 suspeitos

 

O parlamentar pediu ainda uma medida semelhante a adotada pelo governador de São Paulo, João Dória (PSDB), de suspensão por 60 dias das cobranças de débitos inscritos em dívida ativa e o não protesto de empresas e pessoas físicas. Também pediu a criação de um estímulo pós-crise. 

 

O parlamentar não pediu urgência para nenhuma ação de saúde para conter o avanço da Covid-19, os pedidos ficaram restritos ao campo econômico dentro do Ofício 50/2020 do gabinete do deputado Ulysses, conhecido por suas posições liberais. Os estímulos podem ser observados como uma mudança de postura do deputado. 

 

Na semana passada o parlamentar pediu que os mais de R$ 2 milhões que seu gabinete economizou fossem disponibilizados pela Assembleia no combate ao coronavírus.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

ILDO PEREIRA - 24/03/2020

Muito importante medidas como essa, pois a atividade comercial esta toda parada e tem muitas pequenas empresas como a minha que precisa da venda diaria para pagar os boletos vencidos, esta muito dificil e estamos so no inicio, o Prefeito de Cuiaba atraves de sua Procuradoria Fiscal nao esta nem ai, esta Protestando um monte de Contribuintes mesmo sem ser notificados, pois o Cartorio de quarto oficio esta entregando a cobrança ja vencida, deixando ainda mais dificil a vida do cidadao, precisamos que a Camara Municipal faça alguma coisa ou a Casa dos Horrores nao ira se manifestar.

1 comentários

1 de 1

Enquete

Toda a polêmica envolvendo a morte da adolescente é por dúvida se o tiro foi acidental?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 14/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,20 0,71%

Algodão R$ 93,18 0,15%

Boi a Vista R$ 131,00 -1,50%

Soja Disponível R$ 73,70 -0,67%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.