Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 22/10/2019

Política de MT - A | + A

18.04.2016 | 18h53

Voto no Senado é técnico, porém, clamor popular irá pesar

Facebook Print google plus

Único senador mato-grossense que ainda não declarou voto para abrir o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), Wellington Fagundes (PR), alega que o Senado atuará de forma técnica, porém, clamor das ruas irá pesar no momento da votação.

"O Senado tem responsabilidade diferente da Câmara que só abriu o processo. Cabe agora, os senadores começar com a comissão que irá fazer o julgamento técnico e analisar se houve as pedaladas fiscais. Mas os sentimentos das ruas também serão acolhidas nesse caso".

Na opinião do senador republicano, o governo federal não tem resistência e estaria vulnerável, porque não manteve diálogo com o Congresso. "O grande erro de Dilma foi quando reeleita não chamou todos para uma conversa e resolver os problemas do Brasil, mas protelou e agora vive esse governo melancólico. São 34 partidos e ela tinha que governar com eles, caso não quisessem, hoje quem estaria sendo cobrado era eles".

Para o senador, independente de quem terminará este mandato presidencial precisará de apoio para governar. "Nos últimos 4 governos,  dois foram impedidos de terminarem o mandato, mas,  se continuar dessa forma, as pessoas não irão valorizar os votos, elegem e depois tiram. E não dá pra ficar com um governo sangrando que não consegue votar as matérias de interesses do país".

Fagundes reconhece que o impeachment é legítimo e previsto na Constituição. O senador preferiu não adiantar o voto.

O presidente do Senador Renan Calheiros (PMDB) convocou uma reunião nesta terça-feira (19) com todos os líderes dos partidos no Senado para falar sobre os prazos, proporcionalidade de cada bancada para a composição da comissão. Na mesma data, o processo será lido na sessão deliberativa do plenário.

 

 

 

 

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

MATO GROSSO DE OLHO - 19/04/2016

Pois bem senhor Senador Wellington Fagundes, espero que o sr realmente atenda ao clamor das ruas que É A FAVOR DO IMPEACHMENT... A exemplo dos traidores Valtenir e Ságuas, não decepcione seus eleitores e ao estado de MT inteiro... decida logo, não fique como outros esperando a melhor Oferta (R$ ou cargo de confiança) para se decidir... lembre-se que nas próximas eleições, o resultado das urnas podem não agradar suas pretensões....

1 comentários

1 de 1

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Qual sua opinião sobre o comportamento do governo federal frente ao derramamento de óleo no Nordeste?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 22/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,55 -0,26%

Algodão R$ 96,28 -1,45%

Boi a Vista R$ 134,75 -0,37%

Soja Disponível R$ 71,10 -1,25%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.