Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 23/09/2020

Política Nacional - A | + A

polêmica 18.01.2020 | 08h00

Após demitir secretário, Bolsonaro diz repudiar 'ideologias totalitárias'

Facebook Print google plus

ESTADÃO CONTEÚDO

ESTADÃO CONTEÚDO

O presidente Jair Bolsonaro confirmou em nota nesta sexta-feira (17) a demissão do secretário da Cultura, Roberto Alvim. O presidente classificou como "infeliz" o pronunciamento em que Alvim copia um discurso nazista e que gerou indignação. Bolsonaro afirmou ainda repudiar "ideologias totalitárias e genocidas".

 

Leia também - Projeto altera normas sobre movimentações financeiras

 

Alvim usou uma frase do ministro da Propaganda da Alemanha nazista, Joseph Goebbels, ao anunciar o Prêmio Nacional das Artes.

 

No vídeo, Alvim cita frase muito semelhante a de Goebbels ao dizer que "a arte brasileira da próxima década será heroica e será nacional. Será dotada de grande capacidade de envolvimento emocional e será igualmente imperativa, posto que profundamente vinculada às aspirações urgentes de nosso povo, ou então não será nada", discursou.

 

Além disso, o anúncio traz como fundo musical a ópera "Lohengrin", de Richard Wagner, compositor alemão celebrado pelo nazismo.

 

Nesta sexta, o secretário negou citação direta, disse desprezar o nazismo e falou que houve uma "associação remota e uma coincidência retórica entre os discursos". Pediu ainda perdão à comunidade judaica por suas declarações.

 

Veja a nota na íntegra divulgada pelo presidente Bolsonaro

Comunico o desligamento de Roberto Alvim da Secretaria de Cultura do Governo. Um pronunciamento infeliz, ainda que tenha se desculpado, tornou insustentável a sua permanência.

 

- Reitero nosso repúdio às ideologias totalitárias e genocidas, bem como qualquer tipo de ilação às mesmas.

 

- Manifestamos também nosso total e irrestrito apoio à comunidade judaica, da qual somos amigos e compartilhamos valores em comum.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Onze candidatos disputam o Senado, você acha que o número amplia o leque de propostas ou mostra a desunião da classe política?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 23/09/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 24,10 0,63%

Algodão R$ 93,72 0,53%

Boi a Vista R$ 136,70 -0,47%

Soja Disponível R$ 67,00 -0,96%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.