Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 04/12/2020

Política Nacional - A | + A

a briga continua 05.10.2020 | 14h39

Defesa de Moro recorre ao STF para Bolsonaro depor presencialmente

Facebook Print google plus

Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A defesa do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro recorreu, nesta segunda-feira (5), ao decano do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Celso de Mello, com o objetivo de levar o presidente Jair Bolsonaro a depor presencialmente no inquérito que investiga suposta interferência do Chefe do Executivo na Polícia Federal.

 

No início de setembro, o ministro Celso de Mello já havia determinado o depoimento presencial de Bolsonaro, quando decidiu não acolher requerimento do Procurador-Geral da República, Augusto Aras, para que o presidente prestasse depoimento por escrito.

 

A AGU (Advocacia-Geral da União) apelou novamente em meados de setembro, a fim de que o depoimento fosse por escrito. A Corte vai decidir, por meio de votação por videoconferência, se atende ou não a esse recurso. A votação deverá ser marcada para a próxima quarta-feira (7), para Celso de Mello participar.

 

Leia também - Medida Provisória libera R$ 87 milhões para INSS reabrir agências

 

A ação protocolada nesta segunda-feira (5) por Moro e seus advogados reforça a determinação do decano e se baseia em decisões anteriores do STF, em casos similares que tramitaram na Justiça. "Vale dizer, ainda, que referida interpretação da norma legal não se mostra isolada no entendimento da Corte Suprema. Pelo contrário, observa-se seu amplo respaldo em outras decisões proferidas pelos pares", diz o documento.

 

A suposta interferência de Bolsonaro foi apontada pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro na reunião ministerial de 22 de abril, o que motivou o seu pedido de demissão. O inquérito foi aberto em maio como base acusações de Moro. Bolsonaro nega ingerência na PF. 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Rosino Manoel de Bonfim bonfim - 06/10/2020

TODOS OS QUE FORAM CONTRA O BOLSONARO. SEGUEM EM QUEDA LIVRE !! MORO..FROTA..MANDETA..JOYCE..WITZEL..ETC..BOLSONAROTEMRAZÃO !

1 comentários

1 de 1

Enquete

Com o resultado da eleição, você acredita em uma Cuiabá melhor a partir de 2021

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 04/12/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 59,80 -0,33%

Algodão R$ 126,90 -0,91%

Boi à vista R$ 249,16 -1,37%

Soja Disponível R$ 153,00 -0,97%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.