Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 06/08/2020

Política Nacional - A | + A

Necessidade do Brasil 25.10.2019 | 16h00

Moro afirma no Twitter que 'menos impunidade e não mais é o correto'

Facebook Print google plus

Reprodução/Facebook

Reprodução/Facebook

Em meio ao julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre prisão em segunda instância, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou no Twitter nesta sexta-feira (25) que o país precisa de “menos impunidade", e não de "mais".

 

Leia também - Investigado por propina no VLT, Rowles entra na mira do MPF

 

Ele fez o comentário ao postar uma reportagem que afirma que o autor do assassinato de uma menina de 9 anos no Paraná em 2008 e que agora foi identificado pela polícia com uso de DNA chegou a receber indulto da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) quando cumpria penas por outros crimes. O autor do crime, Carlos Eduardo dos Santos, respondeu por diversos casos de estelionato, segundo a reportagem.

 

“No Brasil, criminosos seriais, por fugas, indultos, benefícios prisionais os mais diversos, não ficam presos e cometem novos crimes, no caso o assassinato de uma criança. Esse foi descoberto pelo Banco de DNA. Menos impunidade e não mais é o correto”, afirmou Moro.

 

O ex-juiz é autor também do chamado projeto anticrime, que tramita no Congresso.

 

Segunda instância

O julgamento feito pelo STF sobre três ações relativas a prisão em segunda instância foi interrompido na quinta-feira (24) com o placar de 4 votos favoráveis e 3 contrários à prisão já com a condenação em segunda instância. O julgamento deverá ser retomado em novembro. 

 

Segundo juristas ouvidos pelo R7, a expectativa é que os ministros mudem o entendimento atual e vetem a prisão já em segunda instância. Isso poderia libertar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 06/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 25,60 -0,58%

Algodão R$ 95,24 -0,50%

Boi a Vista R$ 133,54 -0,08%

Soja Disponível R$ 69,80 -0,71%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.