Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 07/04/2020

Política Nacional - A | + A

medida provisória 23.03.2020 | 14h13

Pelo twitter, Bolsonaro afirma que não haverá suspensão do contrato de trabalho

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

O presidente Jair Bolsonaro anunciou no Twitter, nesta segunda-feira (23), que determinou a revogação de um trecho da medida provisória 927, em que estava presvista a possibilidade de empregadores suspenderem contratos de trabalho por até quatro meses sem pagamento aos funcionários.

 

O texto foi editado ontem para disciplinar medidas trabalhistas durante o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus no país.

 

Leia também - Bolsonaro diz que os governos do Brasil e da China não possuem problema nenhum

 

Confira a publicação

O artigo 18, revogado pelo presidente, dizia o seguinte:

 

"Durante o estado de calamidade pública a que se refere o art. 1º, o contrato de trabalho poderá ser suspenso, pelo prazo de até quatro meses, para participação do empregado em curso ou programa de qualificação profissional não presencial oferecido pelo empregador, diretamente ou por meio de entidades responsáveis pela qualificação, com duração equivalente à suspensão contratual.

 

§ 1º A suspensão de que trata o caput:

 

I - não dependerá de acordo ou convenção coletiva;

 

II - poderá ser acordada individualmente com o empregado ou o grupo de empregados; e

 

III - será registrada em carteira de trabalho física ou eletrônica.

 

A MP também facultava ao empregador o pagamento de "ajuda compensatória mensal [...] com valor definido livremente entre empregado e empregador, via negociação individual".

 

Bolsonaro chegou a defender a possibilidade mais cedo.

 

"Esclarecemos que a referida MP, ao contrário do que espalham, resguarda ajuda possível para os empregados. Em vez de serem demitidos, o governo entra com ajuda nos próximos quatro meses, até a volta normal das atividades do estabelecimento, sem que exista a demissão do empregado", escreveu no Twitter.

 

Estão mantidas outras alternativas para preservação do emprego e da renda, como o teletrabalho, antecipação de férias individuais, concessão de férias coletivas, aproveitamento e antecipação de feriados, banco de horas, entre outras.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

A cloroquina está liberada para o tratamento dos pacientes do coronavírus no Brasil, mas a polêmica continua

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 07/04/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 25,40 -1,74%

Algodão R$ 100,58 -0,27%

Boi a Vista R$ 138,50 0,00%

Soja Disponível R$ 65,00 -0,99%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.