Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 27/01/2020

Política Nacional - A | + A

banco de dados 05.12.2019 | 14h16

Perfil genético: "Ninguém passa por moedor de carne", diz Moro

Facebook Print google plus

Reprodução/Facebook

Reprodução/Facebook

O ministro Sergio Moro disse nesta quinta-feira (5) que a coleta de material genético de condenados por crimes hediondos ou violentos é simples, e usa-se apenas um cotonete para extrair a saliva. "É uma impressão digital moderna".

 

Leia também - Câmara aprova pacote anticrime sem os principais apelos defendidos por Moro

 

A fala aconteceu porque há críticas à coleta compulsória de material genético, apesar de ser legal.

 

Moro falou durante a apresentação do resultado do esforço do governo federal e dos governos estaduais na coleta de perfis genéticos de criminosos para inserção no Banco Nacional de Perfis Genéticos (BNPG). O ministro explicou como funciona o banco: 

 

— A polícia ao realizar uma investigação preserva o local do crime e colhe vestígios. Dentre eles pode colher material biológico: fio de cabelo, gota de sangue, eventualmente esperma. Desse vestígio material é extraído o perfil genético e inserido num banco de dados. 

 

Além dos vestígios, o ministério da Segurança Pública está inserindo perfis genéticos no banco. No início do ano eram 7 mil e agora são 67 mil. A meta é ter o perfil de todos os condenados por crimes hediondos ou violentos até o fim do governo Bolsonaro.

 

— Concomitamente, a nossa legislação prevê, as pessoas condenadas por crimes hediondos ou violentos têm o seu perfil genético extraído. Como funciona? Ninguém vai para um moedor de carne. Passa apenas um cotonete na boca, e com as células da saliva é extraído um perfil genético, um DNA, que é uma moderna impressão digital. Isso é incluído no banco nacional de perfis genéticos, uma rede integrada com os vários Estados. Colocando os dados dos vestígios e dos condenados há boa chance de resolução de crimes quando há um "match" entre os dados dos vestígios dos crimes e dos condenados.

 

O fortalecimento da Rede Integrada de Bancos de Perfis Genéticos é um dos projetos estratégicos do Ministério da Justiça e Segurança. O objetivo é aumentar a taxa de resolução de crimes, especialmente os violentos ou sexuais, e reduzir a possibilidade de se condenar inocentes. 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

Enquete

Como garantir uma velhice saudável?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 27/01/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 23,90 -0,83%

Algodão R$ 92,84 -0,16%

Boi a Vista R$ 134,83 0,81%

Soja Disponível R$ 64,20 0,08%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.