Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 04/08/2020

Política Nacional - A | + A

COMPROU AVIÃO 12.01.2020 | 16h38

PROS destitui presidente da legenda acusado de desvio de dinheiro

Facebook Print google plus
R7 Notícias

Reprodução/Facebook

Reprodução/Facebook

O PROS (Partido Republicano da Ordem Nacional) decidiu neste sábado (11) destituir o presidente nacional da sigla, Eurípedes Junior. Ele é acusado de desviar recursos dos fundos partidário e eleitoral e de lavagem de dinheiro.

 

Segundo nota divulgada na sigla, a destituição foi decidida de maneira unânime e Eurípedes Junior também foi suspenso.

Os dirigentes ainda decidiram suspender o Diretório Nacional e nomear uma Comissão Executiva Nacional Provisória, que vai ficar à frente da sigla até a realização de uma Convenção Nacional, na qual será escolhida nova cúpula.

 

Em nota, o partido afirmou que passa, desde 2015, por grandes “constrangimentos” e um “considerável número de desfiliações”.

 

Na ocasião, Eurípedes Junior adquiriu, “para uso pessoal”, um helicóptero que custou R$ 2,4 milhões com recursos do Fundo Partidário. A nota também citou a compra de aviões e imóveis luxuosos, o que chamou atenção da imprensa.

 

A partir do ano seguinte, o ex-presidente colecionou uma série de acusações. Em 2018, alvo da operação Partiallis, chegou a ter o mandado de prisão expedido, se entregou à Polícia Federal, mas não foi preso por causa da lei eleitoral.

 

Em 2019, investigações da Polícia Federal indicaram desvios de mais de R$ 5 milhões em dinheiro público, que deveria ser destinado à manutenção da sigla e às campanhas de candidatos do Pros. No mesmo ano, a Polícia Civil de Goiás acusou o então presidente de lavagem de dinheiro.

 

“De acordo com as investigações, duas empresas “laranjas” receberam mais de R$ 4 milhões do PROS, numa operação de lavagem de dinheiro”, diz a nota.

 

No documento, o PROS destacou que Eurípedes fez uma gestão “patrimonialista” e chamou atenção para os “sinais exteriores de riqueza”, com “hospedagem em hotéis de luxo, aquisição e uso pessoal de imóveis luxuosos e o uso de diversas empresas em operações duvidosas”.

 

O Pros ainda afirmou que iniciou, em agosto de 2019, um processo interno, que não foi contestado por Eurípedes, apesar das oportidades de defesa.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 04/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,70 2,07%

Algodão R$ 92,23 -0,30%

Boi a Vista R$ 136,00 0,00%

Soja Disponível R$ 65,49 -0,67%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.