Publicidade

Cuiabá, Domingo 12/07/2020

Política Nacional - A | + A

combater à covid-19 26.05.2020 | 14h56

Rodrigo Maia diz ser preciso harmonia entre poderes e 'preservar democracia'

Facebook Print google plus

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) afirmou nesta terça-feira (26) que é preciso manter a harmonia entre os poderes e "preservar a democracia".

 

Ele discursou na abertura da sessão plenária, a primeira após o ministro da Gabinete de Segurança Institucional, o general Augusto Heleno, divulgar nota na última sexta-feira (22) falando em "consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional" caso a Justiça decida por apreender o celular do presidente da República, Jair Bolsonaro, para investigações. Maia, porém, não citou especificamente o general e sua declaração.

 

Leia também - Presidente Bolsonaro nega interferência na PF e espera arquivamento de inquérito

 

“Nosso grande desafio é vencer o coronavírus, vencer a gravíssima crise social e econômica que está a nossa frente preservando a nossa democracia. Repito, preservando a democracia", frisou. "É imprescindível continuar cuidando da relação harmoniosa entre os poderes", afirmou.

 

Nesse sentido, Maia destacou que foi bem recebido pelo presidente Jair Bolsonaro na última quinta-feira (21), quando participou de reunião entre o presidente e governadores sobre as estratégias de combate à pandemia de covid-19. E disse ver com naturalidade o trabalho do Executivo para aumentar sua base de apoio no Parlamento.

 

"Fui recebido com elegância e cordialidade. Vejo com naturalidade o esforço federal para criar uma base de apoio. Ao invés de ser criticado, deve der respeitado.”

 

O possível pedido de perícia no celular de Bolsonaro se dá no âmbito da investigação sobre suposta tentativa de intervenção na Polícia Federal por parte do presidente. Partidos fizeram o pedido de investigação ao STF (Supremo Tribunal Federal), que consultou a PGR (Procuradoria Geral da República) – responsável por propor investigações contra o presidente da República. A Procuradoria ainda não se manifestou sobre o pedido.

 

Covid-19
O presidente da Câmara citou a luta contra o novo coronavírus em diferentes momentos do seu discurso. Disse tratar-se de uma guerra que já deixou quase 25 mil mortos pelo país e que cria desafios na recuperação da economia.

 

"Nessa hora grave a nação exige que tenhamos prudência. E postura. Exige que estejamos à altura dos combates que já foram e que ainda serão travados. Espera de nós maturidade para manter um diálogo construtivo entre as instituições e para com a sociedade. Os brasileiros exigem de nós trabalho e respeito pelos que mais sofrem. É preciso estar à altura das expectativas de nosso povo.

 

Maia afirmou ainda que nunca desistiu de construir pontes e destruir muros. "A coragem está em saber construir a paz. Vivemos hoje um momento muito grande dessa história." “Faço nesse momento um convite à pacificação dos espíritos."

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Você acredita na eficácia das barreiras sanitárias implantadas em Cuiabá?

Parcial

Edição digital

Domingo, 12/07/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,45 4,07%

Algodão R$ 89,78 0,23%

Boi a Vista R$ 126,00 0,00%

Soja Disponível R$ 64,60 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.