Gazeta Digital

Com açúcar e com afeto

Em meio a uma safra de vilões de todos os tipos permeando as faixas de novelas e séries, a Globo estreou, no último dia 30, o sutil Doce de Mãe. Sem o maniqueísmo típico das tramas, a série soa como música para os ouvidos. Projetado para ser apenas um especial de fim de ano, a produção ganhou notoriedade após o Emmy de Melhor Atriz recebido por Fernanda Montenegro devido à interpretação de Picucha, protagonista da série. A boa repercussão, tanto no Brasil quanto fora dele, acendeu o alerta na emissora, que encomendou uma série de 14 episódios para Jorge Furtado e Ana Luiza Azevedo, idealizadores do projeto. Misturando cenas de comédia com momentos tristes, os autores criaram uma identidade familiar para "Doce de Mãe". Os dramas familiares aproximam o telespectador da história, estabelecendo uma afinidade com os personagens...

Leia mais na edição impressa de A Gazeta, disponível neste Portal.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br