Gazeta Digital

Giovani Guizardi é transferido do Centro de Custódia de Cuiabá

O empresário Giovani Guizardi, preso pela Operação Rêmora desde o dia 3 de maio, foi transferido do Centro de Custódia de Cuiabá (CCC) para o Setor de Operações Especiais (SOE). A informação, confirmada pelo advogado de Guizardi, Rodrigo Mudrovitsch, que explica não poder se pronunciar sobre as razões que levaram a essa transferência, por estar em segredo de justiça.

O empresário é investigado pelo Ministério Público Estadual (MPE), junto a outras 21 pessoas, pelos crimes de organização criminosa, formação de cartel, corrupção passiva e fraude de licitação dentro da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Esquemas de fraudes de licitações teriam desviado cerca de R$ 56 milhões da Seduc.

Especula-se, no entanto, que Giovani estaria disposto a colaborar com as investigações e revelar detalhes dos esquemas. Essa possibilidade de delação premiada está sendo negociada com o MPE, e precisará ser homologada pela juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Selma Rosane Arruda.

Pela Rêmora, também estão presos no CCC o ex-secretário de Educação, Permínio Pinto Filho, e os ex-servidores Fábio Frigeri e Wander Luiz dos Reis, que, até o momento, descartam delação.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br