Gazeta Digital

Emanuel não defende os interesses da população, critica deputado

João Vieira

João Vieira

Quando o assunto são as eleições municipais de 2020, todos os partidos em Mato Grosso já começaram a se articular, inclusive o Democracia Cristã (DC), que tem entre as suas lideranças o deputado estadual Ulysses Moraes. Apesar de não ser candidato no próximo ano, o parlamentar afirma que o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), “não defende os interesses da população”.

 

“A Democracia Cristã deve lançar um candidato, que é o objetivo do nosso presidente do DC, ter um candidato, uma terceira via independente, que precisa fazer esse contraponto e contra a gestão atual”, explicou Ulysses durante entrevista.

 

Leia também - Botelho confessa afastamento para refletir sobre prefeituras

 

Pela mudança na legislação eleitoral, os partidos precisaram obter, nas eleições para a Câmara dos Deputados de 2018, pelo menos 1,5% dos votos válidos, distribuídos em, no mínimo, um terço das unidades da federação, com um mínimo 1% dos votos válidos em cada uma delas; ou ter eleito pelo menos 9 deputados, distribuídos em, no mínimo, um terço das unidades da federação.

 

Apesar do DC não ter atingido a meta, Ulysses afirma que esse fator não traz preocupação para as próximas eleições.

 

“Hoje, as únicas sanções que o partido teria de não ter atingido a cláusula de barreira é o tempo eleitoral, que eu não utilizei, e a perda do fundo partidário, que eu também não utilizei. Então para mim, a legenda ter alcançado ou não a cláusula de barreira, é indiferente”.

 


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br