Gazeta Digital

Polícia acredita que chacina de 4 jovens foi premeditada

Reprodução

Reprodução

Para a Polícia Civil de Arenápolis (258 km ao Norte de Cuiabá), a chacina que vitimou 4 jovens no último final de semana foi premeditada.

 

De acordo com o delegado André Luís Barbosa, apesar da investigação ainda estar em andamento, é possível entender o cenário. 

 

Leia também  - Polícia investiga chacina de 4 jovens baleados na cabeça 

 

“Há um entendimento de que foi um crime premeditado. Foi uma emboscada, onde as vítimas não tiveram nenhuma chance de defesa”, disse. 

 

Todas as vítimas já foram identificadas, mas só os nomes de duas delas foram divulgados, sendo elas, Lucas Mateus da Silva de 18 anos e Alexsandro Figueiredo Vaz, de 14. 

 

Segundo o delegado, as jovens não moravam em Arenápolis e uma delas está sem nenhum documento.

 

Essa situação está dificultando a liberação do corpo junto ao Instituto Médico Legal (IML). 

 

A polícia orientou os familiares, que devem buscar o registro de nascimento da vítima em um cartório da região. 

 

O crime 

 

Nas primeiras horas da madrugada de sábado (27), moradores do bairro Campina, escutaram disparos de arma de fogo. 

 

Os corpos dos quatro jovens só foram encontrados quando amanheceu. 

 

Eles estavam deitados em um colchão, que foi colocado embaixo de uma árvore de um pasto. 

 

As vítimas estavam com marcas de tiro na cabeça e havia muito sangue. 

 

Uma das vítimas, Alexsandro, já é conhecido da polícia e tinha passagens por roubo e até por homicídio.  


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br