Gazeta Digital

IBGE identifica 28,3 milhões de trabalhadores que estão subutilizados

Márcio Fernandes /AE

Márcio Fernandes /AE

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) identificou na Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua) do primeiro trimestre de 2019 um número recorde de trabalhadores subutilizados: 28,3 milhões (25%).Trata-se do maior número desde o início da pesquisa, em 2012.

 

Leia também - Forças de segurança se unem para combater crimes

 

Segundo o instituto, essa categoria representa tanto aqueles em busca de emprego como aqueles que não trabalham a quantidade de horas que desejam.

 

No Piauí, o percentual de trabalhadores subutilizados é o maior do país: 41,6%. Em seguida aparece o Maranhão (41,1%) e a Bahia (40,4%).

 

As menores taxas foram registradas em Santa Catarina (12,1%), Rio Grande do Sul (15,5%) e Mato Grosso (16,5%).

 

O país tinha no primeiro trimestre 13,3 milhões de desempregados, sendo que 3,3 milhões estão em busca de trabalho há dois anos ou mais. 

 

 


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br