Gazeta Digital

Câmara de VG exonera vereador cassado por contratar preso; suplente já assumiu

Câmara de Vereadores VG

Câmara de Vereadores VG

A Câmara de Vereadores de Várzea Grande exonerou o vereador João Madureira (PSC) após o parlamentar ser cassado pela 1ª Vara de Especializada de Fazenda Pública. A extinção do mandato foi publicada no Diário Oficial dos Municípios de 17 de maio.

 

No ato nº 209, o presidente da Câmara, Fábio José Tardin (DEM), afirma que "considerando a determinação exarada" pela Justiça, restou apenas "cumprir a ordem judicial e declarar a extinção do mandato eletivo do vereador".

 

Leia também - Câmara faz demissão de servidores para adequar gastos

 

Miguel Baracat (PSC), suplente de Madureira, foi empossado ainda na sexta-feira (17), após ser notificado da decisão judicial e da publicação da exoneração.

 

Eleito em 2016, Madureira fiu cassado pelo crime de improbidade administrativa, por ter contratado como secretário de seu gabinete Írio Márcio Vieira do Nascimento, que na época estava preso.

 

Além da perda do mandato, ele foi condenado a devolver os salários e a pagar multa, que correspondem a R$ 480 mil, sem a correção monetária.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br