Gazeta Digital

Campe√£o do Festival de Siriri, Flor do Campo apresenta espet√°culo Negritude

Rafa Bastos

Rafa Bastos

Consagrado campeão do 13º festival de siriri de Cuiabá de 2019, o grupo de siriri Flor do Campo traz o orgulho e a riqueza cultural dos negros que lutam para manterem vivas suas raízes. O espetáculo Negritude será apresentado na sexta-feira (9), às 20h30, no Cine Teatro Cuiabá. Os ingressos custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia) e quem doar um quilo de alimento paga o valor do ingresso solidário: R$ 20.

 

Leia também - Curso de audiovisual, cinema e exposição estão na agenda cultural desta semana

 

Tereza de Benguela , mãe Bonifácia, São Benedito, São Sebastião , capoeira, maculelê, Missa dos Quilombos, lavagem das escadarias do Rosário, as Baianas e tantos outros ícones da cultura afro-brasileira se farão presentes na noite especial. 

 

Rafa Bastos

Grupo Siriri Flor do Campo

 

Ovacionado durante o Festival de Siriri, realizado em Cuiabá no mês de maio, tendo levado nota máxima em todos os quesitos, o grupo evidencia em sua apresentação a luta feminina negra ancestral, aquilombando a diversidade étnica, nos pautando desde o período em que negros e indígenas eram escravizados, de Vila Bela a Cuiabá, sem deixar esquecer a herança dos siriris de devoção aos santos, São Benedito, São Sebastião, Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora do Rosário e tantos outros praticados nos quintais. 

 

De acordo com a criadora do grupo, Matilde Silva, o espetáculo é um refúgio de sobrevivência, resistência e grito dos negros. “Momento em que o Flor do Campo exprime feminilidade, tradição e ancestralidade ao som do mocho, repique do ganzá e da viola de cocho, homenageando a rainha e liderança em busca pela liberdade: Tereza de Benguela”. 

 

A participação especial fica por conta da Cia de Teatro Cena Onze, Grupo de Capoeira Porto da Barra, Grupo das Religiões de Matriz Africana e Comunidade Quilombola de Mata Cavalo, além de Edmilson Maciel, que assina a produção juntamente com Flávio Ferreira, Flávia Taques, José Augusto Barbosa e Carlos Jerônimo. 

 

Rafa Bastos

Grupo Siriri Flor do Campo

 

"A ideia foi criar uma ambiência negra onde os valores culturais sejam resgatados, evidenciados e exaltados. O espetáculo começa quando o público pisa na calçada do Cine de Teatro e é transportado para um universo  que envolve cultura, religiosidade, orgulho. O público é então convidado a uma reflexão sobre o negro na nossa sociedade", destaca o diretor Flávio Ferreira. 

 

O grupo 

O Flor do Campo foi fundado por Matilde Silva, nascida em 6 de março de 1955, e como legítima cuiabana, aprendeu a dançar o siriri ‘desde que se entendeu por gente’ - afirma Matilde, com orgulho. 

 

Surgiu em um dos lugares mais "raiz" de Cuiabá, a Ponte do Coxipó, da vontade dela, juntamente com seus pais, irmã e amigos, como os mestres da cultura popular Luiz Marques, Domingas, Antônia e seu Candí - pessoas que na década de 1980 incentivaram a sua criação. 

 

Rafa Bastos

Grupo Siriri Flor do Campo

 

Por sugestão de seo Luiz, e por morarem mais afastados de Cuiabá, o grupo recebeu o nome de Flor do Campo, que foi acatado pela coordenadora do grupo e sua gente. 

 

Oficialmente em 8 de março de 1982, brota o que hoje ainda floresce. “O siriri mexe com a gente, é o batuque do tambor que dá movimento, isso é ancestral, por isso precisamos manter, porque é tão difícil continuar a lutar pela tradição”, conta. 

 

A agremiação traz como figura lendária o Boi à Serra - representação folclórica tão presente no siriri cuiabano, principalmente como uma brincadeira nas rodas de siriri e que vem sendo passado por várias gerações. Diante desta representação folclórica, os integrantes fazem uma homenagem ao pantanal mato-grossense, evidenciando-o como uma de nossas maiores riquezas. 

 

Assim trazem o boi como o Rei do Pantanal, passando pelas brincadeiras de rodas e a música tradicional do “Boi tá brabo no curral”.

 

Serviço

Espetáculo Negritude com o grupo de siriri Flor do Campo

Data: Sexta-feira – 9 de agosto

Horário: 20h30

Local: Cine Teatro Cuiabá Ingressos pode ser adquiridos pela internet – Clique Aqui!

Mais informações pelo telefone (65) 2129-3848


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br