Gazeta Digital

Idoso acusado de estuprar menina de 11 anos é preso pela Polícia Civil em Cáceres

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

Um idoso acusado de estupro de vulnerável foi preso pela Polícia Civil, na segunda-feira (19), em Cáceres (225 km a Oeste de Cuiabá). A prisão foi realizada pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso da cidade, em cumprimento a um mandado judicial.

 

O procurado, V.R. de 60 anos estava com a ordem de prisão decretada pela Justiça. Ele é condenado por estupro de uma criança, bem como é réu em processo que investiga violência sexual contra uma adolescente, no município de Cáceres.

 

A delegada da Delegacia Especializada, Judá Maali Pinheiro Marcondes, contou que o crime ocorreu quando a menina tinha apenas, 11 anos de idade, e foi até a borracharia do suspeito para catar latinhas e revender, ocasião em que aconteceu os abusos.

 

Leia também - Rotam encontra carros roubados e placas dentro de residência

 

Durante atendimento e entrevista, a criança revelou que foi chamada pelo idoso para ganhar um pirulito.

 

O suspeito teria se aproveitado da oportunidade, arrastado a vítima, e mantido relação com ela. 

 

Ainda segundo a menina, ela teve medo de contar os abusos ocorridos a sua avó, em razão de ela ser muito brava, porém revelou a sua mãe a violência sexual sofrida.

 

“As diligências resultaram na coleta de provas robustas, com laudo médico, confirmando que a vítima foi abusada. A Polícia Civil não irá admitir nenhum crime, principalmente sexual, contra crianças e mulheres na nossa cidade”,destacou a delegada.

 

Com base nas investigações o suspeito teve o mandado de prisão expedido pela Comarca de Cáceres.

 

Diante da ordem deferida, os policiais civis da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Cáceres, lograram êxito em localizar e prender o suspeito em sua borracharia, no distrito de Nova Cáceres.

 

Em conformidade ao mandado, o idoso foi conduzido até a unidade policial para providências necessárias, e posteriormente colocado à disposição do Poder Judiciário.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br