Gazeta Digital

Saiba como cuidar da sa├║de das calopsitas que atraem e encantam mais admiradores

Meu Bicho e Eu

Canal do Pet - IG

Canal do Pet - IG

A criação de calopsitas tem sido mais comum nos últimos tempos. Além de muito charme, é um pet pequeno e que ocupa pouco espaço. Apesar de recomendado, o animal não gosta de gaiolas e sempre, pelo pequeno tamanho, prefere ser livre, mesmo dentro de ambientes fechados.

 

Talvez por estas indicações tem sido um pet muito procurado. Mas, como qualquer animal doméstico, requer cuidados, inclusive consultas com veterinários. Veja algumas dicas de como cuidar da saúde e dar uma melhor qualidade de vida para os bichinhos. 

    

Animale Pet Shop

Calopsita

 

 

1 - Consultar com veterinário especialista para este tipo de bicho. 

Conforme o site clube das calopsitas, a ave está em constante exposição a bactérias e agentes nocivos que buscam atingir o sistema imunológico.  

 

2 - Os exames são caros? Como posso fazer? 

O preço, geralmente, varia de acordo com os exames, sendo os principais clamídiose, ultrassensível, mycoplasmose, salmonellose, além do parasitológico das fezes. Porém, os valores dependem do profissional ou da clínica, mas em praticamente todas, o montante pode ser parcelado.  

 

3 - Laboratórios dispõem de materiais para facilitar coleta em casa

O dono do pet pode pedir no laboratório ou até mesmo ao veterinário os kits para começar a fazer a coleta em casa, isso para caso de exames de prevenção. Agora, se a ave estiver apresentando sintomas, quer dizer, o caso demanda urgência, então se faz necessário levar ao veterinário o quanto antes.  

 

 

Petz

Calopsita

 

4 - Coleta? Como vou fazer? Como saber o tipo de amostra para um determinado exame?

A dica é consultar pelo site os laboratórios que prestam este tipo de serviço. O dono do animal de estimação pode solicitar a ajuda online sobre a amostra necessária para os exames, no caso dos 4 exames citados acima só é necessária a coleta de fezes, que deve ser feita forrando o fundo da gaiola com um papel e coletar as fezes por 3 dias em horários diferentes. Colete usando uma pazinha ou colherzinha desinfetada. A desinfetação pode ser feita com água fervente e álcool em gel. Sempre desinfete as pazinhas entre uma coleta e outra e troque as folhas da gaiola, colete as fezes mais estranhas, que estão aquosas ou disformes e mantenha o coletor na geladeira durante os 3 dias, só retirando para fazer a coleta e encaminhar para o laboratório.  Saiba mais sobre a saúde das calopsitas (https://clubedascalopsitas.com.br)

 

 

Portal dos Pássaro

Calopsitas

 

Sintomas que a ave pode apresentar. Para estes casos, o encaminhamento deve ser feito com urgência para um especialista. Confira a dica em (https://cvquete.com.br/). Estes sinais indicam que sua ave está doente e precisa de atendimento. 

 

– A ave fica com penas eriçadas, parecendo uma bolinha;

– Mantém os olhos fechados, como se estivesse dormindo; 

– Demonstra dificuldade de respirar;

– Fica com o bico aberto o tempo todo;

– Não canta ou não fala, tem perda da voz;

– Aparenta fraqueza; 

– Tem vômitos ou regurgitações;

– Está mancando ou não apoiando uma das patas;

– Tem secreções saindo pelas narinas ou olhos;

– Apresenta espirros constantes;

– Tem sangramento em qualquer região do corpo ou sofreu um trauma;

– Não está se alimentando normalmente;

– Apresenta diarréia, ou alguma alteração em suas fezes;

– Está deitada no fundo da gaiola.

 

Participe do #MeuBichoeEu #GazetaDigital - Mande sugestões de reportagens para o e-mail: redacao@gazetadigital.com.br

 

*Página semanal com atualização aos sábados

 


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br