Gazeta Digital

Acusado de matar rival com 3 tiros na cabeça é absolvido

MPMT

MPMT

O réu Luiz Júnior Barbosa de Amorim foi absolvido da acusação de homicídio que respondia desde 2012. Durante julgamento realizado na última semana, o homem negou que tivesse atirado contra a vítima Jean de Oliveira Freitas. Os jurados não reconheceram o homem como autor dos tiros e ele foi inocentado por falta de provas.

 

Leia também - Amaggi alega ser monitorada e nega sonegação do Fethab

 

O júri popular foi presidido pela juíza Mônica Catarina Perri, titular da 1ª Vara Criminal de Cuiabá.

 

Segundo informações da ação, a vítima foi assassinada na madrugada de 14 de setembro de 2012, com 3 tiros na cabeça. Ela estava em um bar do bairro Alvorada, com amigos, quando foi surpreendido pelos disparos.

 

O homem estava sentado e caiu com o primeiro tiro. Já no chão, recebeu mais dois disparos na cabeça. O suspeito fugiu do local.

 

Testemunhas disseram que foi Luiz Junior quem atirou e que ele foi pago para matar a vítima. Jean teria envolvimento com o tráfico e a morte teria sido encomendada por um concorrente, que brigava por território, como apontou a denúncia do Ministério Público Estadual.

 

O réu foi preso em 23 de outubro de 2012, acusado pelo crime e solto meses depois. A sentença em primeira instância ainda cabe recurso.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br