Gazeta Digital

Mudança no governo faz tema da redação do Enem ser mais debatido

Divulgação

Divulgação

Uma das provas temidas e que garante uma das maiores notas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a Redação será aplicada nesse domingo (3). Como sempre, levanta discussões sobre os possíveis assuntos que podem ser abordados. O tema para construção do texto segue em sigilo, mas entre as principais apostas de professores e estudantes de Cuiabá estão depressão, bullying e violência nas escolas, assim como a volta de doenças já erradicadas, queimadas e Amazônia, direito de proteção pessoal.

 

Professor José Benedito Nascimento, que trabalha com alunos da rede privada, afirma que esse ano há até uma preocupação entre os profissionais em apostar nos temas para a prova, já que com a mudança de governo não se sabe ainda se a abordagem seguirá a linha que vinha sendo adotada nas anteriores. Porém, ele afirma que os candidatos devem pensar em assuntos que fazem parte do cotidiano social e que abordem os temas com consciência e não de forma ideológica.

 

Neto, como é conhecido pelos alunos, afirma que a expectativa é de que o tema não seja polêmico e que esteja relacionado mais à realidade vista dentro de sala de aula. “As provas sempre trazem temas bem atuais, esperamos esse padrão e, por isso, a dica é estar atento a esses temas e não abordá-los de forma partidária”.

 

Confira mais dicas para o Enem no projeto GD/SAS com videoaulas e simulados gratuitos

 

Jackson Rodrigues, 17, fará a prova e afirma que está por dentro de vários assuntos como direitos dos trabalhadores, por causa da reforma trabalhista, por exemplo. Outros temas que ele acreditam que podem cair são as fakes news, vacinação e Amazônia. “É uma infinidade de assuntos e acho que o importante é a gente ter noção de um pouco de cada, por isso essa preparação tem que ocorrer durante o ano, pois deixar tudo para a hora, não damos conta”.

 

Professor Neto concorda com o jovem e garante que nesse momento o ideal é que o candidato desacelere e de preferência para revisar matérias e assuntos de forma mais lúdica. “Ao invés de estudar muito, optar por ver vídeos sobre aquele tema que deseja revisar, ou até mesmo reportagens, como revisar questões de provas do Enem anteriores”, sugere.

 

Durante a elaboração da redação é necessário muita atenção ao que é pedido pelo tema, assim como que é proposto também pelo próprio candidato na introdução do texto. Segundo Neto, um dos erros mais cometidos é o não atendimento ao tema. 


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br