Gazeta Digital

Saiba como evitar acidentes no banheiro, como o de Bolsonaro

José Dias/PR

José Dias/PR

Após sofrer uma queda no banheiro na noite de segunda-feira (23), o Presidente Jair Bolsonaro já está de repouso no Palácio da Alvorada. Ele teve alta do Hospital das Forças Armadas nesta terça-feira (24), por volta das 7h30.

 

Leia também - Jornalista demitida da Rede TV procura emprego como babá

 

Um dos acidentes domésticos mais comuns, a queda ocorre com maior frequência em idosos, de acordo com o ortopedista Dennis Barbosa, do Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Os motivos variam desde “um calçado inadequado, com solado escorregadio, até um chinelo que sai facilmente do pé”, explica o especialista.

 

Em instalações como banheiros, em que a possibilidade de escorregar devido ao chão molhado aumenta, todo cuidado é pouco: o resultado pode ser uma luxação ou fratura. Mas há outros cuidados que podem (e devem) ser tomados para evitar acidentes mais graves. Infelizmente, o banheiro é uma das partes mais “perigosas” da casa nesse sentido.

 

Cuidados essenciais
A parte elétrica é ponto de atenção, principalmente por se tratar de um ambiente úmido. Secadores, barbeadores e chapinhas devem ser manuseados com cuidado; podem causar choques e jamais devem ser utilizados durante o banho.

 

Conforme orienta Marco Túlio Costa, médico ortopedista e presidente da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé, “itens de louça, como pias e vasos sanitários, nunca devem servir de apoio para qualquer atividade”. A combinação desse material com água, sabonete e condicionadores é terreno fértil para tombos seguidos de cortes profundos.

 

“Sempre que possível, é recomendável tornar os banheiros acessíveis para pessoas com mobilidade reduzida. As banheiras de casas e apartamentos antigos, que têm o chuveiro acoplado, são um perigo em potencial”, alerta o especialista.

 

Outra dica de acessibilidade é ter portas largas na entrada e no box, para quem utiliza cadeira de rodas. “Uma coisa que poucos falam, mas eu recomendo, é que as pessoas que sofreram algum acidente ou que tenham alguma dificuldade em se manter em pé utilizem uma cadeira de banho”.

 

Em casas com crianças, o cuidado deve ser ainda maior: sempre que possível, mantenha travas de segurança instaladas e materiais elétricos fora do alcance dos pequenos.

 

Uma instalação segura é composta por pisos antiderrapantes, barras laterais nas paredes, portas e maçanetas em bom estado de conservação. Vale a pena fazer a manutenção periódica e substituir as peças sempre que apresentarem desgaste.

 

Olho nas crianças
Os pequenos também correm riscos se forem deixados sozinhos durante suas atividades no banheiro. Sempre que possível, é importante acompanhar as crianças para evitar que brinquem com cosméticos, produtos de limpeza, ou até mesmo que subam em vasos e pias para tentar pegar algo que esteja fora de seu alcance.

 

Até mesmo a escovação de dentes pode representar um perigo entre os mais agitados, que podem se desequilibrar e cair com a escova na boca. Ficar de olho é melhor forma de evitar que uma atividade comum se converta em um acidente doméstico.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br