Gazeta Digital

Líder do CV foragido de presídio é preso empinando moto

Polícia Civil

Polícia Civil

Quase 2 meses após fugir do Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), Junior de Oliveira Ribeiro, o Juninho Block, um dos líderes do Comando Vermelho, em Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá), foi preso empinando moto em uma das ruas da cidade na noite de quinta-feira (2).

 

De acordo com as informações, Polícia Militar flagrou o momento em que o foragido empinava motocicleta na avenida Júlio Campos, em Rondonópolis. Ele estava na moto em companhia de uma mulher.

 

Leia também - Adolescente de 14 anos é estuprada pelo marido da irmã em casa

 

Ao perceber a presença dos policiais, o rapaz passou a realizar manobras perigosas, inclusive, empinando a motocicleta, e saiu em fuga. Durante a perseguição, o suspeito furou vários semáforos e danificou veículos que estavam parados nas vias, ainda desrespeitando as ordens de paradas dadas pela PM.

 

Quando os policiais conseguiram parar os suspeitos, o condutor da moto fugiu para dentro de uma pizzaria, onde acabou sendo preso. Foi aí que a equipe descobriu que se tratava de Juninho Block, foragido desde novembro do ano passado do CRC. 

 

Ele estava com mandado de prisão em aberto. Na fuga, o suspeito teria poiado uma escada no muro, e com gancho de ferro, conseguiu passar pelos arames, tendo acesso à rua. A fuga foi descoberta após uma testemunha flagrar o suspeito já correndo pela via. 

 

Ficha criminal extensa  

Apesar de pouca idade, Júnior, conhecido como Juninho Block, já é conhecido da polícia devido sua extensa ficha criminal, informou os policiais.

 

Quando menor de idade, tem passagens por roubos, tentativa e homicídio consumado, além de tráfico de drogas. Um dos crimes que pesam sobre ele é o homicídio do Mister Rondonópolis, Willian Santos, em 2017.

 

No mesmo ano, quando tinha 18 anos, na operação “Falso Poder”, que investigada crimes de tortura e associação criminosa. Ele foi flagrado em vídeos que divulgados na internet dando ‘salve’ em várias pessoas em nome do Comando Vermelho.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br