Gazeta Digital

Tarifa branca dá opção de pagar por energia mais barata

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Desde o dia 1º de janeiro deste ano, o consumidor tem a opção de incluir a Tarifa Branca na conta de energia elétrica. A modalidade dá a possibilidade do valor da tarifa variar de acordo com 3 horários: ponta, intermediário e fora de ponta.   

 

Leia também -  Cuiabá Esporte Clube negocia contratação do goleiro Bruno

 

Isto, na prática, significa pagar mais caro ou mais barato dependendo do horário em que consumir a energia. A medida deve beneficiar, principalmente, quem conseguir adequar o seu consumo, reduzindo o uso de energia no período de pico e priorizando horários alternativos.   

 

A Energisa pontua que é importante ficar atento às condições da modalidade, já que caso o hábito de consumo não seja adequado é possível que a conta de energia venha mais cara, mesmo que não haja aumento nos gastos.     

 

Nos casos de ponta e intermediário, que correspondem às 15h30 às 21h29, o valor é mais caro devido à maior demanda no sistema elétrico. Já no último é mais barata. Na prática, o valor da tarifa é cinco vezes mais cara no horário de ponta.   

 

"O cliente deverá fazer, inicialmente, uma análise criteriosa para avaliar se a mudança vale ou não a pena de acordo com a sua rotina. É importante que ele conheça o seu perfil de consumo ao longo do dia e a diferença de preço entre a Tarifa Branca e a convencional, afinal, este modelo não se encaixa nos hábitos de uso da energia de todos os perfis de consumidores", pontuou Energisa.   

 

Tarifa Branca foi aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em 2017, mas foi disponibilizada de maneira gradativa aos clientes. Em janeiro de 2018, os clientes com consumo médio anual superior a 500 kWh/mês puderam solicitar adesão. Em janeiro de 2019, os de consumo médio anual superior a 250 kWh/mês.   

 

Para solicitar adesão, consumidores devem procurar agências de atendimento presenciais da Energia e assinar um termo de adesão. Será necessária a instalação de um novo medidor que registre o consumo de acordo com os horários em que a energia é utilizada.  


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br