Gazeta Digital

De fechados a recusas, 40% dos imóveis ficam fora de vistorias em Sinop

Cláudio Santos/Arquivo Ag. Pará

Cláudio Santos/Arquivo Ag. Pará

Os trabalhos dos agentes comunitários de Saúde e dos agentes de combate a endemias seguem a todo vapor pelas ruas e residências do bairro Jardim Violetas, apontado como o de maior incidência do mosquito Aedes aegypti em Sinop (500 km ao norte de Cuiabá). No entanto, embora seja considerado positivo o resultado alcançado até o momento, com 1.138 imóveis vistoriados entre a segunda-feira (13) e a terça-feira (14), chama a atenção da Secretaria Municipal de Saúde o alto número de domicílios, passando de 40%, que a força tarefa não consegue acessar por estarem ou fechados ou mesmo pela recusa do morador em abrir as portas às equipes de monitoramento e fiscalização.

 

Segundo o relatório da Sala de Emergência, em 463 imóveis do bairro Jardim Violetas não se realizaram as vistorias. "Esta é uma dificuldade enfrentada pelas equipes que estão nas ruas. Sem a sensibilização da comunidade para abrirem seus quintais às equipes não será possível construir uma resposta coletiva", considera o secretário municipal de saúde, Gerson Danzer.

 

Leia também - Nova Bandeirantes decreta estado de emergência por alagamentos

 

A agente de saúde Ida Aparecida pede a colaboração da população para que a operação seja eficiente. “Estamos nas ruas para acabar com esse mosquito, mas precisamos da ajuda da sociedade, porque não adianta a gente fazer o nosso trabalho e o morador não colaborar. Vamos nos unir nessa luta contra o Aedes”, convoca a agente.

 

Mutirão

Iniciou na segunda-feira, dia 13, a força tarefa para combater a doença. As equipes estão percorrendo o bairro Jardim Violetas, apontado como o de maior incidência do mosquito Aedes aegypti. Nesta fase, serão realizadas visitas domiciliares de orientação com termo de vistoria e ciência dos moradores e, caso necessário, notificações.

 

Para auxiliar no recolhimento de lixos dos quintais, seis caçambas, em rotatividade, estão sendo distribuídas pelo bairro para que toda a comunidade possa realizar seus descartes. O mutirão passará por toda a cidade, priorizado os bairros com altos índices do vetor.

 

Denúncias

A prefeitura de Sinop conta, também, com o apoio da sociedade para a realização de denúncias de imóveis e locais com suspeita de entulho acumulado e foco de dengue. O número de telefone é o 3511-1829; já pela palma da mão, é possível informar o município por meio do aplicativo Se Liga Sinop, baixado gratuitamente pela internet em qualquer smartphone, ou o próprio site www.seligasinop.com.br.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br