Gazeta Digital

Após surto de dengue, mutirão em Sinop vistoria mais de 16 mil casas

Assessoria

Assessoria

Após ter três suspeitas de morte e 732 casos confirmados de dengue em 17 dias, o município de Sinop (500 km ao Norte) iniciou um mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti. Do dia 13 a 31 de janeiro, 16.591 casas foram visitadas em 26 bairros. Das residências vistoriadas, 622 delas tinham focos do mosquito.

 

Os dados do mutirão ainda apontam que nos locais visitados, 7.704 estavam fechados ou os moradores recusaram a inspeção. Outras 252 casas foram tratadas com larvicidas, 78 notificadas e 48 receberam o termo de vistoria e ciência. Apenas 6 pessoas foram multadas imediatamente.

 

Leia também - Com surto de dengue, Sinop estende horário de postos de saúde

 

Além da inspeção, o mutirão retirou o equivalente a 46 caçambas de lixos, que estavam depositados nos quintais das casas.
Em janeiro, foram notificados 2.174 casos suspeitos de dengue em Sinop. Destes casos, 732 foram confirmados, o que significa uma média, 43 notificações por dia. Dos casos confirmados, 694 foram diagnosticados como dengue, 30 casos de dengue com sinais de alarme e 8 graves.

 

Em razão do número crescente da doença, a prefeita Rosana Martinelli (PL) estendeu os horários de atendimento de 5 postos de saúde, que estão funcionando até às 22h.

 

Fazem parte do horário estendido as unidades básicas de saúde dos bairros Jacarandás, Sabrina e Maria Vindalina 2 - de segunda a sexta-feira - e nos postos Menino Jesus e Violeta de segunda a sábado das 7 às 22 horas.

 

Para auxiliar no combate à doença, os moradores podem denunciar imóveis e locais com acúmulo de lixo e suspeita de focos do mosquito pelo telefone 66 3511-1829.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br