Gazeta Digital

Vereadores da situação tentam arrastar CPI e novos depoimentos são marcados

Câmara Municipal de Cuiabá

Câmara Municipal de Cuiabá

A base do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) mostrou sua força na primeira sessão da CPI que investiga o chefe do Executivo. O vereador Toninho de Souza (PSD) pediu a suspensão de novas oitivas até que documentos sejam encaminhados pelo Ministério Público Estadual e Federal sobre as investigações contra o emedebista. Já o vereador Sargento Joelson (PSC) pediu que os próximos encontros sejam secretos.

 

A reação foi mais firme contra o pedido de Joelson. Os vereadores que acompanharam a reabertura da CPI gritaram contra o pedido do parlamentar do PSC. O presidente da CPI, Marcelo Bussiki (PSB), disse que vai analisar o requerimento e marcará uma nova reunião para decidir sobre esse assunto. 

 

Joelson tentou se explicar. Se dirigindo ao vereador Abílio Junior, que é do seu partido, destacou que o processo que ele responde na Comissão de Ética é secreto. Abílio retrucou dizendo que não gostaria que fosse dessa forma. 

 

Leia também - Botelho coloca 'panos quentes' após Jayme criticar Mauro Carvalho

 

Quanto ao requerimento de Toninho, o vereador quer saber, já que se passaram dois anos dos trabalhos parados da CPI, como estão as investigações nos MPs. Teve manifestação contrária ao vereador durante a leitura do requerimento e ele não foi votado nesta sessão. 

 

Toninho pediu para constar em ata a negativa de Bussiki de não votar o requimento já na volta ao trabalho da CPI. 

 

Nomes de peso 

A CPI do Paletó deve ouvir nas próximas sessões o ex-governador Silval Barbosa (sem partido) e o ex-chefe de gabinete da gestão, Silvio Correa. Os dois fizeram delação premiada com a Justiça e precisam ajudar na elucidação de casos, sob risco de perder os benefícios. O primeiro a ser ouvido será Silvio, a oitiva está marcada para 19 de fevereiro. Silvio foi o responável por gravar Emanuel recebendo dinheiro.  Já Silval será ouvido em 02 de março.

 


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br