Gazeta Digital

PCdoB cobra esclarecimentos sobre execução de líder rural

Reprodução/Facebook

Reprodução/Facebook

O PCdoB, partido ao qual o líder rural Afonso João da Silva era filiado, cobrou da Polícia Civil o esclarecimento da morte do comunista. Ele foi executado com mais de 8 tiros na noite de sexta-feira (14).

 

Em nota, o presidente estadual do partido, Sérgio Negri, que também é cunhado da vítima, afirmou que irá esperar a investigação da Polícia Civil sobre o caso, no entanto, acredita que o assassinato tem "características de execução, diante do uso de armas de grosso calibre e realizado na residência da vítima".

 

Leia também - Assassinato de líder rural pode estar ligado à disputa de terra

 

Afonso João era presidente municipal do PCdoB em Jaciara foi candidato a vereador nas eleições de 2016. Segundo Negri, o cunhado atuava há mais de 10 anos na sigla e era considerado "um dirigente muito disciplinado e experiente".

 

Uma possível motivação para o crime é a disputa pela área em que o líder rural morava, o assentamento União da Vitória, uma área federal e que teve "tensões" ao longo do processo entre os assentados e a Usina Pantanal, conforme divulgado na nota do PCdoB.

 

O presidente estadual do partido enfatizou que espera que o "o trabalho policial seja ágil, no sentido de prender os culpados e que a justiça seja feita" e que o PCdoB estadual e nacional irão "cobrar punição rigorosa" para o crime.

 

Crime
Na noite de sexta-feira, Afonso estava em casa sozinho, na área que fica às margens da BR-164. Vizinhos ouviram vários disparos e avisaram a família. Ele foi encontrado morto, com 8 tiros de armas de calibre 12 e 38. Nenhum suspeito foi preso.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br