Gazeta Digital

Mais de 30 toneladas de lixo são recolhidas em eventos

Sicom

Sicom

Mais de 30 toneladas de lixo foram recolhidas pela Prefeitura de Cuiabá nos espaços públicos utilizados para a realização de eventos durante as festividades de carnaval. A operação especial para este período teve início na sexta-feira (21) e foi finalizado na manhã desta quarta-feira (26). O

 

trabalho foi coordenado pela Secretaria de Serviços Urbanos e teve o apoio da empresa Locar Gestão de Resíduos e da cooperativa de reciclagem Coorepam.Contando com um grupo de mais de 50 servidores municiais, divididos em equipes, o serviço de limpeza foi realizado no Parque de Exposição Jonas Pinheiro, Orla do Porto, Praça da Mandioca, Praça 8 de Abril e Praça do Terra Nova. 

 

Além desses locais, o atendimento abrangeu o Memorial João Paulo II e as imediações do Grande Templo, onde milhares de pessoas se reuniram para eventos religiosos.

 

A atuação durante esse período foi planejada para que em um menor tempo possível os espaços estivessem limpos e preparados para um novo dia de evento. Sendo assim, o trabalho era iniciado sempre às 6h e, quando necessário, seguia até às 12h. Somado a atividade de varrição e recolhimento dos resíduos, a limpeza contou também com o auxílio de caminhões-pipa, utilizados para a lavagem das áreas.  

 

“Nossa avaliação é que conseguimos cumprir com o nosso propósito principal. No entanto, o ideal mesmo seria que não fosse necessário recolher do chão uma grande parte desse lixo. Foi importante começarmos a atuar logo nas primeiras horas do dia, pois tivemos uma grande quantidade de chuvas. Então, conseguimos evitar que esses resíduos fossem parar nas bocas de lobo e, consequentemente, no Rio Cuiabá”, comenta o secretário de Serviços Urbanos, José Roberto Stopa.

 

Assim como acontece em outras ações ligadas ao campo da sustentabilidade, para essa força-tarefa de limpeza durante o período carnavalesco, o Município mais uma vez contou com a parceria das cooperativas de reciclagem. Dessa forma, todos os materiais que eram passíveis de reaproveitamento foram direcionados para as entidades parceiras da Prefeitura. Já os demais resíduos, foram encaminhados para o aterro sanitário. 

 

“Deixamos sempre claro que o cuidar da cidade depende um pouco de cada um. E nesse trabalho diário que realizamos contamos sempre com parceiros. Para esse carnaval, tivemos o apoio da Coorepam. Mas, temos outras instituições que dão a sua colaboração diariamente. É uma forma que a Prefeitura encontrou de ampliar a coleta seletiva e, ao mesmo tempo, fomentar a inclusão social dos trabalhadores da reciclagem”, pontua o diretor de Resíduos Sólidos, Anderson Matos.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br