Gazeta Digital

Falta de EPI é um problema universal, destaca prefeito

Chico Ferreira

Chico Ferreira

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) destacou nesta terça-feira (24) que os problemas enfrentados pelos servidores da saúde de Cuiabá com a falta de Equipamento de Proteção Individual (EPI) é algo universal e ocorre em vários lugares do mundo.

 

"Isso é um problema universal, mas estamos adquirindo. Estamos comprando, é difícil comprar, quando você encontra está com preço elevado. Estamos com estoque, estamos comprando e estamos em processo de aquisição para um momento que queremos que não aconteça, que é do agravamento da doença", disse o prefeito. 

 

Ele destacou que o município está comprando capotes, máscaras e luvas. Além de reforçar o número de respiradores. "Para segunça dos servidores e da população", disse o prefeito. 

 

Leia também - Em reunião no Palácio, deputados e AMM alertam governador sobre risco de desabastecimento

 

Na sexta (20) um carregamento de EPIs foi encaminhado ao antigo Pronto-socorro de Municipal de Cuiabá (PSM), a unidade servirá de base para os casos de Covid-19.

 

No início da semana o Sindicato dos Médicos denunciou a situação do antigo Pronto-socorro e o prefeito disse que um andar  inteiro está passando por uma reforma para atender os pacientes com estado grave da Covid-19. O #GD mostrou que faltam máscaras e até sabão no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC).

 

Nesta terça, o governo federal anunciou um acordo com a China para entrega de EPIs aos servidores da saúde. No final de semana o Ministério da Saúde anunciou que mandou um carregamento de material de proteção a todos os estados do Brasil.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br