Gazeta Digital

Paciente com suspeita de Covid-19 espera vaga em UTI

João Vieira

João Vieira

A família de W.Q.S.C., 29, está desesperada a espera de uma vaga em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O rapaz está internado desde o dia 26 de março, em um hospital de Confresa, com suspeita de coronavírus Covid 19 e seu estado de saúde piorou neste sábado (28). A Justiça foi acionada e uma liminar obriga a Secretaria de Estado de Saúde (SES) a disponibilizar UTI para o jovem, o que ainda não foi feito.


Leia também -Polícia fecha 70 bares e prende 25 pessoas em MT

A família acionou o Ministério Público Estadual (MPE) que moveu a ação civil pública, na qual aponta que o rapaz foi internado no dia 26. “Devido a apresentar sintomas de tosse seca, dor torácica, leve dor na garganta e coriza, necessitando com urgência ser transferido para hospital com vaga em Unidade de Terapia Intensiva – UTI, ante o grave risco de vida”, diz o trecho da ação ajuizada no dia 27 de março e que recebeu deferimento.


“Ante o exposto, defiro, em parte, a tutela de urgência antecipada determinando que o(s) Requerido(s) realize(m) a transferência da parte Autora para Unidade de Terapia Intensiva – UTI (conforme indicação médica anexa), no prazo de até 48 (quarenta e oito) horas, para hospital da rede pública de saúde apta a tratar da patologia que o acomete, tendo-se como prioridade os locais mais próximos da cidade onde se encontra o paciente, para que o deslocamento tenha o menor desgaste possível, bem como a utilização do meio de transporte adequado à dimensão da enfermidade”, é a decisão.


Segundo a promotora de Justiça Graziella Ferrari, o rapaz já tem um histórico de asma e pneumonia, tendo o quadro se agravado nos últimos dias, aliado aos demais sintomas. A Secretaria de Saúde do Município (SMS) colheu material do rapaz e encaminhou para o Laboratório Central de Saúde Pública do Mato Grosso (Lacen), no entanto o resultado deve ficar pronto em alguns dias. Por enquanto, o caso está sendo tratado como suspeito.


“Estamos muito preocupados. Se somar todas as cidades da região próxima a Confresa são cerca de 80 mil pessoas e não há UTI. Em situações normais já é difícil conseguir vaga, agora com pandemia está ainda mais complicado. Além disso, a cidade é muito distante da Capital e parte da rodovia não é pavimentada”, declara a promotora.


O paciente está em respiração mecânica em unidade com respiradores. As UTI’s mais próximas a Confresa são Barra do Garças (500 Km ao Sul) e Sorriso.


Mato Grosso tem 11 casos confirmados de coronavírus.

 

Outro lado

A Secretaria de Estado de Saúde foi procurada, mas não encaminhou resposta.

 


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br