Gazeta Digital

Menor de 15 anos é apreendido suspeito de matar menina a pauladas

Otmar de Oliveira/Reprodução

Otmar de Oliveira/Reprodução

Adolescente de 15 anos foi apreendido no final da tarde desta quinta-feira (2), apontado pela Polícia Civil de Sorriso (420 km ao Norte de Cuiabá), como o principal suspeito de matar a menina Anna Luiza Nunes do Carmo, 13. A motivação do crime seria uma suposta gravidez da menor. Ele nega o crime, mas segue preso. O rapaz tem histórico criminal e sua internação foi solicitada ao Ministério Público Estadual (MPE). 

 

De acordo com as informações do delegado Nilson Farias, as diligências da equipe começaram logo após o corpo de Anna ter sido encontrado em um terreno na avenida Curitiba, nas primeiras horas da manhã de quinta.

 

Como é sabido, ela saiu de casa na madrugada de quarta-feira (1), mas antes disso, na noite de terça-feira (31), ela pediu o celular da irmã emprestado para conversar com o menor identificado como M.M. e, em seguida, já foi dada como desaparecida.

 

Leia também - Vídeo mostra menina de 13 anos na rua onde foi encontrada morta

 

Apesar de não terem um relacionamento oficializado, Anna ficava com o suspeito e eles chegaram a ter relação sexual. Mas, o suspeito começou a se relacionar com outra jovem. Com a suspeita da gravidez, o menor pode ter armado uma emboscada para ela.

 

Em depoimentos, a polícia descobriu que o jovem esteve com amigos até 00h40. Anna foi vista pela última vez, como mostra as imagens de uma câmera de segurança, por volta da 1h, na mesma rua em que foi morta.

 

Além disso, testemunhas informaram que um dia antes do crime, o menor não tinha nenhuma lesão no corpo. No momento em que compareceu para depor, ele estava com ferimentos na mão e estava com uma torção no pé.

 

Delegado Nilson pediu a internação do menor junto ao Ministério Público Estadual (MPE). Ele já tem passagens criminais e já é conhecido pela polícia local. 

 

Crime 

Na noite do dia 31, Anna disse para mãe que ia dormir e em seguida, foi para o seu quarto. Já na manhã de quarta, a mãe não encontrou a menina na cama. Foi surpreendida por travesseiros envoltos pelo cobertor.


Ela teria levado junto um celular, que não foi encontrado. O desaparecimento dela foi registrado na delegacia da cidade.
Delegado Nilson Farias, que está comandando a investigação, contou que o terreno onde o corpo foi encontrado é frequentado por usuários de droga e que um deles foi quem a encontrou e acionou a Polícia Militar.


Ela foi morta com várias pancadas na cabeça, segundo os peritos de Sorriso. Ela tinha ferimentos graves na cabeça e muito sangramento no local. Tijolos e pedaços de madeira sujos com sangue foram apreendidos no local do crime.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br