Gazeta Digital

Personalidades falam ao GD o que Cuiabá tem de melhor

Gazeta Digital

Gazeta Digital

Cuiabá comemora nesta quarta-feira (8) 301 anos de existência. Pensando em tirar o foco das notícias relacionadas ao coronavírus e dedicar espaço a homenagear a Capital cuiabana, o #GD perguntou a algumas personalidades, umas nascidas outras aqui criadas, o que Cuiabá tem de melhor, quais as boas lembranças a cidade traz e como pode melhorar. Confira o resultado abaixo.

 

Luiz Leite / Gazeta Digital

Selo Cuiabá 301 anos

 

 

Para a ex-reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) Maria Lúcia Cavalli Neder, para o comunicador e político Roberto França, para a deputada estadual Janaina Riva e para o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso (OAB-MT) Leonardo Campos, o que Cuiabá tem de melhor é o seu povo. "O seu povo, o cuiabano e a cuiabana, os de nascimento e por adoção, que fazem desta Capital ser uma das mais acolhedoras e humanas do Brasil", avalia Leonardo.

 

Leia também - Profissionais da cultura, esporte e lazer poderão receber auxílio emergencial

 

A deputada Janaina, por sua vez, não tem dúvidas ao dizer que o povo de Cuiabá é único. "É uma cidade onde ninguém se sente só, não importa de que lugar do mundo veio, com certeza será acolhido pelas pessoas e envolvido pelo calor cuiabano".

 

Maria Lúcia guarda ternas lembranças da receptividade e amabilidade com que foi recebida quando chegou na cidade, 45 anos atrás. "Tinha 20 anos de idade, vinha do Estado de São Paulo. E a coisa que mais me chamou atenção foi a receptividade. Me acolheram como se eu fosse uma pessoa que tivesse sempre vivido aqui e isso me chamou muita atenção. Então acho que o povo é a melhor coisa que Cuiabá tem. Também essa coisa de ter várias pessoas de vários lugares faz com que Cuiabá tenha uma característica muito interessante, porque é uma miscigenação de Estados, de cultura. Isso também dá uma beleza, dá uma leveza para Cuiabá", comenta.

 

O analista político Alfredo Menezes da Mota, nascido em Poxoréu e morador de Cuiabá desde 1970, admira a cultura popular cuiabana que sobreviveu aos avanços e fases de desenvolvimento da cidade ao longo dos anos. "Taí o rasqueado, o cururu, a culinária cuiabana, é tudo aquilo que veio do povo. Aquilo que pressupostamente era da intelectualidade, da elite política ou da classe econômica não ficou praticamente nada. Esse pessoal foi absorvido pelo que chegava de fora. O que ficou de mais bonito foi a cultura popular".

 

Bons momentos

Maestro do Instituto Flauta Mágica, uma organização sem fins lucrativos que ensina balé, canto e flauta doce na periferia, Gilberto Mendes lembra que dia no seguinte ao que chegou em Cuiabá, estava andando a esmo pelo centro da cidade e acabou parando na Catedral Bom Despacho. "Ao subir as escadas, pra olhar mais de perto, ouvi um canto lindo lá dentro. Era o Coral da UFMT cantando Cuiabá... 'Vaia de arara passa nós ares daqui pra ali'... Me apaixonei pela cidade e estou aqui há 33 anos. A cultura regional é linda mas muito pouco valorizada!', relata.

 

Dentre os bons momentos vividos na Capital mato-grossense, Leonardo cita os passeios de barco pelo rio Cuiabá e a vista deslumbrante do pôr do sol sob a ponte Sérgio Mota. "Sempre ando de barco ali, pego o barco na marina, passo embaixo da Ponte Sérgio Mota e aí você olha para trás e vê a ponte e o sol".

 

Para Janaina, com certeza uma lembrança boa associada a Cuiabá é o nascimento dos seus filhos Sophia e José e daqui uns meses do bebê Diégenes. “Serão três cuiabaninhos que essa terra me deu de presente para fazer com que eu a ame ainda mais". O mesmo vale para Maria Lúcia, mãe e avó de cuiabanos. "É uma coisa que marca muito a gente e faz com que você valorize ainda mais a cidade, por saber que estão ali seus filhos, seus netos, todos nascidos aqui. Isso me faz ter mais amor ainda, mais intensidade na minha querência".

 

Roberto França guarda na memória a administração que realizou em prol da cidade, fazendo 1166 obras, realizando o maior trabalho social já visto na administração pública da Capital.

 

Melhorias

 

Para Gilberto, que trabalha diretamente com o público usuário do transporte público, Mato Grosso precisa melhorar nesse quesito, que ainda sofre pela não entrega do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

 

Na avaliação de Leonardo Campos, Cuiabá melhorou bastante nos quesitos infraestrutura, locomação, criação de parques e praças, bem como na oferta de serviços de saúde com a inauguração de hospitais. "Sempre há necessidade de melhoria dos serviços públicos ao cidadão, mesmo a despeito dos esforços dos últimos governantes, há sempre a necessidade de melhorias para devolver à população aquilo que ela paga de impostos", comenta.

 

Para Janaina Riva, com certeza a Capital melhorou nos últimos anos. Ela vê hoje uma cidade mais organizada, mais limpa, bonita e cuidada. "Deu um salto na saúde com o novo pronto socorro. Tem vários parques que são pontos de lazer e de cuidado com a saúde espalhados pela capital. A educação também teve uma melhora", cita. Para o futuro, a parlamentar avalia que a saúde pode e precisa melhorar muito, além do transporte público e a questão do asfalto e saneamento nos bairros mais periféricos. "Acredito que esses sejam os desafios da próxima gestão, além é claro, do fomento à geração de empregos e renda".

 

Maria Lúcia, que tem a visão voltada para questões sociais, defende que quanto mais escolas, mais hospitais, segurança, habitação popular e emprego as pessoas tiverem, melhor será. "Eu gostaria, isso é quase uma utopia, que não tivéssemos muita pobreza em Cuiabá, esse é o meu sonho de futuro".

 

Alfredo Menezes cita a questão do saneamento básico como fundamental. "Claro que tem que melhorar na política, claro que tem que diminuir a corrupção, mas o saneamento é muito importante".

 

Roberto França pondera que na proporção que a cidade cresce, a exigência do povo também aumenta, assim como os problemas. "E a administração tem que estar antenada a isso, correndo atrás e resolvendo os problemas". O político encerra congratulando o povo que nasceu aqui e os brasileiros que para cá vieram, "Cuiabá é representada por todos aqueles que aqui nasceram e aqueles que para cá vieram, que amam e gostam da cidade, razão pela qual todos têm que ter compromisso e responsabilidade com a cidade. Se cada um fizer a sua parte e ajudar, Cuiabá só vai crescer".


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br