Gazeta Digital

Saiba como tratar da pele e do pelo de animais de estimação em casa

Meu Bicho e Eu

Petlove

Petlove

Cães e gatos precisam de cuidados voltados à pele e ao pelo. Com o isolamento social, as visitas aos pets shops e clínicas veterinárias acabaram sendo reduzidas e estes cuidados, em muitos casos, ficaram sob responsabilidade dos tutores.  

 

Com isso, vale lembrar que a atenção do tutor precisa ser redobrada, já que um simples erro na hora de aparar os pelos pode machucar e causar dor ao animal.  

Canal do Pet - IG

Cachorro penteado

 

Para a Médica-Veterinária Natália Lopes, é importante que “a observação da pele e da pelagem seja feita durante uma sessão de escovação, por exemplo, para detectar quaisquer sensibilidades, como vermelhidão ou seborreia”. Além disso, reforça que “é importante ter muito cuidado em cada etapa da higienização, principalmente nos animais de pelagem longa, para garantir a secagem e desembaraço adequado dos pelos, sem ferir o animal".

 

Os cuidados em casa são possíveis desde que o tutor saiba o que pode e o que deve evitar fazer. A médica-Veterinária separou algumas dicas importantes para ajudar os tutores nesse momento:  

 

Xampu próprio para pets

Quando for dar banho no cão, use um xampu suave, próprio para pets, e enxague abundantemente. Em dias quentes, ele pode se secar com o calor, se possível no quintal ou varanda. A toalha e o secador também podem ser usados, principalmente se ele tiver pelos longos, mas com cuidado com a temperatura para não provocar queimaduras na pele do animal.  

 

Canal do Pet - IG

Cachorro no banho

 

Escova de qualidade 

É importante ressaltar que dependendo do pelo do animal, uma escova de qualidade pode ser tão boa quanto um banho. Apenas atente-se para o caso do seu pet ter um pelo muito justo ou encaracolado, pois nesse caso talvez não seja uma boa ideia. Se ele não estiver acostumado com a escovação, vá devagar e comece aos poucos. Dê recompensas quando seu cão ficar calmo e pare caso ele fique agitado.  

 

Observe a pele do cão

Isso pode ser um pouco difícil, especialmente em animais com uma pelagem muito grossa e subpelos abundantes. Nesse caso, separe o pelo em partes para checar se existe vermelhidão ou ferida na pele. Se notar algum desses sinais, procure pelo Médico-Veterinário de confiança.  

Canal do Pet - iG

Gato no banho

 

Mantenha o controle de parasitas regularmente

Pulgas e carrapatos podem causar irritação na pele, portanto, peça ao médico-veterinário a indicação de quais produtos antiparasitários usar e com que frequência.  

 

Utensílios espedíficos 

Caso decida aparar os pelos do seu cão, utilize utensílios específicos para animais de estimação, que são adaptados para suas necessidades. Evite usar tesouras, pois é incrivelmente fácil cortar a pele do animal, causando dor e resultando na necessidade de uma consulta ao Médico-Veterinário.  

Reprodução/Freepik

Cachorro no banho

 

Técnicas de tosas 

Técnicas de tosas devem ser conduzidas por profissionais especializados. Tente se adaptar ao novo visual do seu animal de estimação - mais peludo – durante a quarentena.  

 

Com relação às unhas, se você precisar cortá-las e nunca fez isso antes, cuidado para não causar dor e sangramento. Se o cão tiver unhas brancas, você poderá ver o feixe de vasos sanguíneos e nervos dentro da unha e aparar abaixo deles, porém com unhas escuras ou pretas, não será visível. Nesses casos, apare uma unha de cada vez, aos poucos, e observe atentamente possíveis sinais de desconforto do pet. É melhor deixar as unhas um pouco maiores do que arriscar provocar uma lesão traumática.      

 

Texto: Mars, Incorporated

 


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br