Gazeta Digital

Secretário rebate Lúdio e promete 344 leitos de UTI em MT

Reprodução

Reprodução

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, garantiu que não há risco de total ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Mato Grosso até o fim do mês. A estimativa foi levantada pela Comissão da Saúde da Assembleia Legislativa e ressaltada pelo deputado Lúdio Cabral (PT) essa semana. O gestor reforçou, em transmissão nesta quarta-feira (13), que há 211 unidades disponíveis e outros estão em processo de criação para inauguração nos próximos dias.


Leia também -Com 59 novos casos, MT contabiliza 604 pacientes da covid-19

 

Apesar de tranquilizar a população quanto à taxa de ocupação nas próximas semanas, o secretário informou que os prefeitos precisam endurecer as medidas de isolamento e que a população respeitar as orientações, caso contrário, a possibilidade de colapso na saúde é iminente. A afirmativa considera a velocidade no aumento dos casos de covid-19 registrado após a flexibilização do isolamento ocorrido em todo o Estado.


“Nossa capacidade de atendimento não será exaurida até o dia 25 [de maio], mas poderá ser exaurida se não tomarmos medidas mais restritivas para gradativamente a infecção ir acontecendo dentro daquilo que as unidades hospitalares é capaz de atender”, pontou o gestor.


Conforme o secretário, a previsão é começar o mês de junho com 334 leitos de UTI em Cuiabá e Várzea Grande. Ainda nesta quarta-feira haverá reunião com o governador Mauro Mendes (DEM) para tratar da abertura de unidades no interior do estado.


Mato Grosso ocupa o 3° lugar entre os estados com menor taxa de isolamento. Entres os registros de contaminados, é o penúltimo da lista. O cenário faz com que as pessoas “relaxem” as medidas de restrição, conforme o secretário. Ele ainda cita que muitas pessoas estão se apegando à fé em Deus e ignorando as recomendações dos órgãos de saúde.


“Se continuar acreditando que estão imunes. Que Deus está lá em cima e nos dizendo ‘tudo aquilo que as autoridades estão falando, não dê bola para isso. Continue usando máscara, continue se aglomerando, como se não fosse acontecer nada’. Vai acontecer, vai aumentar o número de casos”, relata.


Números de Mato Grosso
O último boletim apontou 604 casos de covid-19 e 20 mortes. Existem 132 pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) internados, destes 57 são contaminados pelo coronavírus e 35 estão em UTIs.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br